Violência: dois homens são mortos durante o fim de semana em Maringá

10 de outubro de 2021
Imagem ilustrativa / Reprodução Polícia Militar

Duas pessoas foram assassinadas no fim de semana em Maringá. Na noite deste sábado, 9, um jovem de 22 anos identificado como Luan Ricardo Nascimento, foi executado a tiros no Jardim Alvorada em Maringá. Segundo a polícia, a vítima já contava com antecedentes criminais. O rapaz foi morto no cruzamento da rua Montevidéu com a avenida Pedro Taques, defronte a subestação da Copel. A vítima estava ao lado de uma conveniência, quando foi surpreendida pelo atirador que a princípio estava de bicicleta.

Ao menos 6 tiros atingiram o rapaz que antes de morrer teria delatado aos policiais, quem seria o assassino. Socorristas do Samu foram até o endereço do ocorrido, para atender o jovem baleado. Eles realizaram manobras de reanimação, mas a vítima não resistiu aos ferimentos e veio a óbito no local. A PM informa, que Luan tinha em seu desfavor, um mandado de prisão em aberto. A cena da execução foi isolada pela Polícia Militar, que posteriormente acionou a Divisão de Homicídios e o Instituto de Criminalística.

Em diligências, no intuito de localizar o criminoso, um suspeito de ter envolvimento no homicídio, foi detido por uma equipe da PM. Essa pessoa seria funcionário da loja de conveniência. A execução foi filmada pelo sistema de monitoramento do estabelecimento comercial. Ao analisar as imagens, os militares constataram que a princípio o funcionário teria passado ao atirador, a arma (revólver) usada para matar Luan. Inclusive ele teria comemorado a morte do rapaz de 22 anos. O caso segue sob investigação.

Outro crime
Um homem identificado como Claudinei Neves, de 42 anos, foi brutalmente assassinado no início da madrugada deste sábado, (9), na zona sul de Maringá. O crime ocorreu no Conjunto Habitacional Santa Felicidade, no cruzamento das Ruas João José de Queiroz e José Celestino. A vítima teria sido espancada com um pedaço de madeira e na sequência ferida a golpes de faca.

Quando as equipes de resgate chegaram no endereço, o homem já estava sem vida. O local foi isolado pelos órgãos competentes, e após o trabalho do Instituto de Criminalística, o corpo da vítima foi encaminhado para o IML. Ninguém foi preso. O crime está sob investigação por parte da Polícia Cívil, através da Divisão de Homicídios e Proteção a Pessoa.