Unidades de Saúde e CAPS realizam acolhimento para a prevenção ao suicídio em Maringá

3 de setembro de 2021

A Prefeitura de Maringá desenvolveu uma programação de ações de tratamento da saúde mental da população. As ações fazem parte do setembro amarelo – mês voltado a campanha de prevenção ao suicídio. Unidades Básicas de Saúde e algumas instituições estão envolvidas na iniciativa.

Nas Unidades Básicas de Saúde e no CAPS haverá acolhimento e escuta qualificada com uma equipe multiprofissional, presença de psicólogos em todas as unidades, fala e orientações em salas de espera e corredores pelos profissionais de saúde. Também haverá acolhimento e atendimento psicológico às famílias enlutadas.

Várias ferramentas estão disponíveis para auxiliar na comunicação com a população sobre a importância dessa campanha: um mural de recados com frases e pensamentos em favor da vida nas Unidades de Saúde e CAPS (serão disponibilizados cartões para que os pacientes possam interagir com o mural), cartazes informativos com locais e contatos dos serviços de apoio aos pacientes (CVV, Emergência psiquiátrica, CAPS, SAMU e serviço de plantão psicológico), campanha de orientação no comércio local de cada UBS de referência, palestras com Instituições de Ensino Superior, confecção e disponibilização de botons com laço amarelo para conscientizar a população, distribuição de panfletos e caixinhas com emotions com diferentes expressões para a integração entre os pacientes e serviços.

No Centro de Valorização da Vida (CVV) serão realizadas rodas de conversa alusivas ao tema, um canal de comunicação e escuta disponibilizado 24 horas (por meio do telefone 188) e abertura de nova turma de voluntariado. A ONG Decida Viver também fará atendimento ao público de forma gratuita por meio de profissionais voluntários.

A Coordenadora da Saúde Mental, Maria Heloísa Cella, reforça a  importância da campanha e do cuidado com a sanidade mental. “Falar do Setembro Amarelo é falar do cuidado em saúde das pessoas em sofrimento, e este cuidado deve se estender a todos os meses do ano. É compreender a dor do outro e acolher. Buscar ajuda de um profissional da saúde é essencial, compartilhe essa dor com o outro, busque ajuda nos serviços de Saúde do município”, destaca.

Como e onde procurar ajudar:

O Hospital Municipal atende emergência psicológica 24h e as UBSs possuem psicólogos em todas as unidades. Clique aqui para saber os seus horários e locais de serviço.

Informações sobre as CAPS:

CAPS I
Local: Rua Pioneiro João José Queiroz, esquina com, R. Ignes Gongora, S/N, Jardim Ipanema
Horário de atendimento: das 7h às 19h.
Contato: 3309-45033

CAPS II
Local: R. Alfredo Pujol, 733, Zona 5
Horário de atendimento: das 7h às 18h
Contato: 3901-1139

CAPS III
Local: R. Pioneiro João José Queiroz, S/N, Jardim Ipanema