MP recomenda que prefeito deixe de aplicar pessoalmente vacina contra a Covid nos moradores da cidade

30 de agosto de 2021
três doses

O Ministério Público (MP) do Paraná, por meio da Promotoria de Justiça de Alto Piquiri (a 200 quilômetros de Maringá), emitiu recomendação administrativa ao prefeito Giovane Mendes de Carvalho (PSD) para que ele deixe de aplicar, pessoalmente e de forma continuada, vacina contra a Covid 19 nos moradores da cidade.

A recomendação foi expedida após o MP constatar que o chefe do Executivo municipal – que é enfermeiro de formação, tendo se afastado dessa atividade profissional ao assumir a prefeitura – vinha aplicando pessoalmente a vacina contra o coronavírus em moradores da cidade.

Tal situação poderia caracterizar promoção pessoal, uma vez que o município tem profissionais de saúde habilitados e em número suficiente para realizar essa função. O prefeito respondeu à Promotoria de Justiça, que a recomendação será integralmente acolhida.