Na área do Núcleo Regional de Educação de Maringá, apenas 26% dos alunos estão frequentando as aulas de forma regular

23 de agosto de 2021
FOTO - Agência Brasil

Um levantamento feito junto ao setor pedagógico do Núcleo Regional de Educação (NRE) de Maringá, mostra que apenas 26% dos alunos estão frequentando as aulas de forma regular. Desde o começo do ano, portarias regulamentadas pela Secretaria Estadual de Educação (Seed), adota o modelo híbrido, uma semana presencial, na outra remota.

Como não bastasse a baixa adesão, dos 57 mil alunos matriculados em colégios de 25 municípios da área do NRE de Maringá, aproximadamente seis mil estão ‘sem contato algum’ com os colégios. Além da perda de conteúdo, o risco é que os alunos podem ser reprovados, caso não cumpram o calendário.

Para tentar localizar os alunos, colégios de todo o Estado têm intensificado as buscas ativas, com o objetivo de evitar o abandono escolar e incentivar que o aluno permaneça em sala de aula. As buscas são realizadas por equipes pedagógicas e acontecem por meio de telefonemas, cartas, comunicados oficiais e visitas às casas dos estudantes e responsáveis.

Além disso, há parcerias com Cras (Centro de Referência de Assistência Social) e Conselho Tutelar, que podem ser acionados caso os alunos ou responsáveis não compareçam à instituição de ensino mesmo após serem convocados a retornar para as aulas. Caso os pais desejem tirar dúvidas ou mesmo questionar a forma de ensino, a sugestão que entre em contato com o colégio ou mesmo com NRE pelo telefone 44-3218-7117.