Picape avaliada em R$ 12 mil tinha mais de R$ 1,5 milhão em multas e impostos atrasados em Maringá

12 de agosto de 2021
Veículo tinha R$ 1,5 milhão em multas/ Foto - PMM

Uma picape Ford Courier apreendida nesta quarta-feira, 11, por uma equipe da Secretaria de Mobilidade Urbana (Semob) soma R$ 1.584.907,65 em multa. O veículo vale em torno de R$ 12 mil. E não para por aí. Uma Fiat Strada avaliada em quase R$ 20 mil foi apreendida com R$ 246,8 mil em multas.

Os veículos foram localizados durante uma operação integrada que está atrás de veículos com multas e impostos em atraso. A Semob, Guarda Municipal e Polícia Militar mapearam aproximadamente 50 veículos e apreenderam seis essa semana. Juntos, eles somam quase R$ 2 milhões em débitos.

A operação segundo a Semob retira de circulação carros e motocicletas em situação irregular, condições ruins de conservação, sem documentação e até que poderiam ser usados em crimes. As dívidas das picapes mencionadas são referentes ao Imposto Sobre a Propriedade de Veículos Automotores (IPVA), taxas e multas em atraso.

Além dos carros os agentes localizaram uma motocicleta Honda Titan CG 125 com R$ 58,2 mil em débitos. A operação começou na semana passada com o mapeamento para identificar e localizar esses veículos. O trabalho foi feito com o cruzamento de informações do serviço de inteligência dos três órgãos participantes.

A ação segue com vistorias em toda a cidade, sem divulgação prévia para evitar alertar os infratores. Veículos apreendidos são levados para o pátio da Circunscrição Regional de Trânsito (Ciretran) e os proprietários devem comparecer ao órgão para regularizar a situação e retirar veículo.

O trabalho integrado de trânsito e segurança dá resultados positivos em Maringá e é feito com frequência. Acontecem blitze de trânsito, fiscalizações em estabelecimentos e vistorias para verificar cumprimento dos decretos municipais em prevenção ao coronavírus, verificar denúncias da comunidade, entre outros.