O que pode ser dor no peito: as possíveis causas e como identificar problemas no coração

dor no peito
Compartilhar

A dor no peito é um sintoma que pode ter diversas causas, desde questões benignas até condições mais sérias relacionadas ao coração. Como cardiologista intervencionista, é fundamental entender e educar as pessoas sobre as origens dessa dor, bem como saber quando procurar ajuda médica imediatamente.

Como identificar uma dor no peito?

Características da Dor: A dor no peito associada a problemas cardíacos é frequentemente descrita como uma sensação de aperto, pressão, queimação ou desconforto.

Pode irradiar para o pescoço, mandíbula, costas, ombros e braços, especialmente o esquerdo.

Duração prolongada, geralmente mais de alguns minutos. Sintomas Adicionais:

  • Falta de ar;
  • Suores frios;
  • Náusea ou vômito;
  • Tontura ou desmaio.

Ainda assim, vale lembrar que nem toda dor no peito está relacionada ao coração. Outras causas incluem:

Problemas Gástricos: Gases e indigestão podem causar desconforto no peito. Refluxo ácido também pode mimetizar sintomas cardíacos.

Problemas Respiratórios: Infecções pulmonares ou inflamações podem levar a dores no peito.

O que pode ser uma dor no peito? Em casos cardíacos, pode ser:

Angina: Dor resultante da diminuição temporária do fluxo sanguíneo para o coração.

Infarto do Miocárdio (Ataque Cardíaco): Bloqueio permanente do fluxo sanguíneo para uma parte do coração.

Pericardite: Inflamação da membrana que envolve o coração.

O que fazer em caso de suspeita de ataque cardíaco?

Chame Ajuda Imediatamente: Ligue para o serviço de emergência (192 no Brasil) ou peça a alguém para fazer isso.

Descanse: Sente-se ou deite-se, evitando esforços físicos desnecessários.

Não Ignore os Sintomas: Mesmo se a dor diminuir ou desaparecer, procure ajuda. Pode ser um sinal de alerta.

Não Tente se Automedicar: Evite tomar medicamentos por conta própria, pois alguns podem piorar a situação.

A dor no peito é um sintoma sério e deve ser avaliada prontamente por um profissional de saúde. A prevenção é essencial, e a conscientização sobre os sinais de alerta pode salvar vidas.

Dúvidas? Agende uma consulta:
(44) 9 8840-8228 – Whatsapp e plantão 24h
www.marcelopuzzi.com.br

Dr. Marcelo Puzzi – @drmarcelopuzzi
Médico cardiologista e hemodinamicista, especializado em procedimentos minimamente invasivos.

Foto: lovelyday12 – stock.adobe.com


Compartilhar