Síndrome do Coração Partido: Quando a dor emocional se transforma em sofrimento físico

coração partido
Compartilhar

Quem de nós nunca passou por um momento de intensa tristeza, uma perda avassaladora ou um abalo emocional que parecia partir o coração?

Se você já se viu nessa situação, saiba que você não está sozinho. Todos nós, em algum momento, experimentamos uma dor profunda que parece irradiar do peito.

Imagine uma mulher chamada Joana, uma senhora que, após décadas de casamento, perdeu subitamente o marido.

O impacto emocional da perda foi esmagador, e ela sentiu uma dor intensa no peito, como se seu coração estivesse se quebrando. Essa sensação a levou a buscar ajuda médica, onde descobriu que sua dor física estava relacionada a um evento emocional devastador, conhecida como a Síndrome do Coração Partido, também chamada de Síndrome de Takotsubo.

Síndrome Takotsubo: quando a emoção atinge (literalmente) o coração

A Síndrome do Coração Partido, ou Síndrome de Takotsubo, é uma condição cardíaca transitória que pode ser desencadeada por estresse emocional extremo, como a perda de um ente querido, um divórcio, problemas financeiros ou um evento traumático.

Essa condição recebe o nome de “Takotsubo” devido à aparência do coração afetado, que se assemelha a um “pote de polvo” japonês. O fenômeno ocorre quando o coração deixa de bombear efetivamente devido à disfunção temporária do músculo cardíaco.

Principais sintomas da síndrome do coração partido

Os sintomas da Síndrome do Coração Partido podem variar, mas geralmente incluem dor no peito súbita e aguda, falta de ar, palpitações, sudorese excessiva e, em alguns casos, desmaios.

Estes sintomas podem ser facilmente confundidos com um ataque cardíaco, mas a principal diferença é que, na Síndrome de Takotsubo, não há bloqueio nas artérias coronárias.

A boa notícia é que a Síndrome do Coração Partido é reversível na maioria dos casos.

O mais importante é cuidar da saúde emocional. É fundamental buscar apoio de profissionais de saúde mental, familiares e amigos durante momentos difíceis. Se sentir fortes dores no peito e sentir dúvidas se pode ou não ser emocional, procure um cardiologista para te orientar. Cuide do seu coração.

Dúvidas? Agende uma consulta:
(44) 9 8840-8228 – Whatsapp e plantão 24h

Foto: Freepik

Marcelo Puzzi

Siga Marcelo Aguilar Puzzi no Instagram:
@drmarcelopuzzi


Compartilhar