Sorte é onde o trabalho e a oportunidade se encontram

Compartilhar

Essa é mais uma daquelas frases de efeito que vira e mexe ganha evidência quando algum influencer da moda, palestrante famoso ou guru de negócios a ressuscita. Sim, eu peguei a referência no Bruno Perini e quem o me apresentou pela primeira vez foi uma jovem aluna do curso de Administração da UEM. Fui atrás do original, mas como de costume há dezenas de pensadores e autores “donos” dessa frase, a internet não entrou em consenso sobre quem a apresentou primeiro. Como mencionei Bruno Perini, vamos pela vertente dele. De acordo com o influencer a frase original é “Sorte é o que acontece quando a oportunidade encontra alguém preparado”, de Sêneca, importante filósofo e intelectual do império romano.

Para quem gosta de mitologia grega, existiu um “deus do tempo oportuno”, ou “deus da oportunidade”, o nome dele é Kairós. Apresentado como um belo jovem calvo com um cacho de cabelos na testa e careca atrás, ele era um atleta e tinha agilidade incomparável. Kairós possuía asas nas costas e nos tornozelos. Ele corria rapidamente e só era possível capturá-lo agarrando-o pelo topete, ou seja, encarando-o de frente. Depois que ele passava, era impossível pegá-lo ou trazê-lo de volta, pois era muito rápido e não tinha cabelo na nuca, não havia mais como segurá-lo. Assim é a oportunidade, se você não está preparado para aproveitá-la, ela passará e não se sabe quando outra aparecerá.

Toda essa história é para contextualizar o caso que movimentou o final de semana na cidade, o cancelamento (ou golpe?) da formatura da turma de medicina da UniCesumar. A empresa Brave Formaturas, de Florianópolis-SC, se autodenomina como a “maior empresa de formatura de medicina do país”, responsável por megaeventos com cantores famosos, festas luxuosas e muita fartura. Mas, para os 123 alunos aqui de Maringá que pagaram cerca de R$ 3 milhões, não foi desta vez. É aqui que surge Kairós passando de maneira extremamente rápida na frente da empresa local Euphoria Formaturas. Em apenas 12 horas a empresa se propôs a organizar uma festa aos alunos, que já estavam com familiares na cidade, hotéis reservados, vestidos alugados, cabeleireiros agendados e todo aquele rito que uma grande festa de formatura exige.

O Grupo Euphoria já é uma referência em eventos em Maringá e região, mas não foi a empresa escolhida pelos alunos. Com essa iniciativa, além de lucrar com o evento em si, conquistam um capital intelectual valioso, demonstrando competência, compromisso e capacidade de entrega e organização invejável. Capital intelectual é uma mescla de capital financeiro, capital social, capital organizacional, capital estrutural, capital humano e valor da marca.

Golpes, cancelamentos e outros problemas com formaturas acontecem aos montes por aí (com ou sem pandemia). Mostrar ao mercado que conseguem organizar uma festa em menos de 24 horas é algo no mínimo inusitado que poderá posicionar a empresa em outro patamar. Não apenas em Maringá, mas no Brasil inteiro ela pode ser lembrada como ‘a empresa que salvou a formatura de medicina de R$ 3 milhões”. Podemos dizer que foi sorte? Pela perspectiva que sorte é onde a oportunidade e o trabalho se encontram, sim. Não basta estar no lugar certo na hora certa, é preciso estar preparado. Só depois de muito trabalho foi possível capturar Kairós pelo topete, de frente e não deixar escapá-lo.

Prof. Vitor Koki da Costa Nogami

Departamento de Administração – DAD

Universidade Estadual de Maringá – UEM

[email protected]

INSTAGRAM | YOUTUBE | LINKEDIN | CURRÍCULO  LATTES | DATAMARKET

Foto: Reprodução


Compartilhar