Otites em Cães

Você sabia que a infecção de ouvido é o principal motivo pelo qual os tutores de cães procuram por atendimento veterinário? A prevalência dessa doença na clínica veterinária é muito alta, porque é a doença mais comum do canal auditivo externo dos pets.

A orelha do cão compõe-se de três porções: a orelha externa, média e a interna.

Juntos, esses componentes são responsáveis pela identificação e localização da direção do som e percepção constante da posição da cabeça em relação à gravidade, permitindo detectar sua aceleração e rotação durante o movimento.

A otite externa é a constatação de que existe um problema no conduto auditivo de seu cão e que leva a produção de uma cadeia de eventos, como: estreitamento do conduto auditivo, aumento da temperatura e umidade, e aumento da secreção. Por conta disso, é extremamente importante que o clínico investigue o que está causando essa alteração para que seja instituído o tratamento correto, pois esses tipos de alterações não são apenas desconfortáveis para o seu animalzinho, mas também podem levar à perda da audição.

5 sinais que podem indicar que seu cãozinho está com OTITE:

– Balançar a cabeça com frequência

– Coçar ou esfregar a região da orelha

– Sentir dor ao coçar as orelhas

– Apresentar secreção ou excesso de cera na orelha

– Forte odor na região das orelhas

Existem cães alérgicos que podem desenvolver essa doença com uma frequência maior; ou então àqueles que apresentam um estilo de vida mais ativo, tendo acesso à piscinas por exemplo; e até mesmo cães com doenças obstrutivas (tumores no conduto auditivo) ou imunossupressoras podem apresentar otite. Todos esses fatores contribuem para o desenvolvimento dessa doença, pois existe um ambiente propício para o crescimento de fungos e/ou bactérias dentro do ouvido de seu cão.

Antes de iniciar o tratamento, é importante realizar a limpeza do ouvido, remover as secreções com uma solução apropriada não irritante, e em seguida aplicar o produto recomendado pelo Médico Veterinário de confiança do seu pet.

É realmente de extrema importância passar por consulta com o Médico Veterinário para que ele identifique quais são os fatores e causas associadas à otite para assim seguir com a terapia específica.

Conteúdo redigido por Isabela Lembi, baseado em conteúdos oficiais da MSD.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.