Doenças articulares causadas por baixas temperaturas nos pets

Geralmente com a época fria do ano, os problemas articulares tendem a surgir, e assim como os seres humanos, os animais também sofrem dessas enfermidades.

Eles podem estar associados com a idade e obesidade, porém, a baixa na temperatura pode favorecer a sensibilidade nas articulações, causando dor e desconforto para seu companheiro de quatro patas.

Pelo menos 80% dos cães acima de 8 anos tem algum problema articular, enquanto que 20% dos cães abaixo de 1 ano apresentam algum sinal clínico.

Os sinais clínicos podem ser desde claudicação, dificuldade em caminhar e se movimentar, atrofia muscular e letargia, ou até mudanças de comportamento como a agressividade, devido a dor.

Quando os pets sentem dor ou incômodo, eles tendem a lamber a região causadora, muitas vezes seu pet pode estar se lambendo não por problema dermatológico, que também pode ocorrer, mas sim por problema articular.

Os “gateiros” podem sofrer um pouco mais para diagnosticar este problema nos gatos, pois eles são mais independentes, e quando isso ocorre eles tendem a ficar mais isolados, não aceitam mais carinho ou a escovação, mudança dos locais de descanso, parar de ingerir água ou comida e até mudança no local das suas necessidades.

Nesses casos uma boa alimentação e exercícios são essenciais para retardar alguns sinais. Existem várias formas de tratamentos, dentre elas a suplementação alimentar com nutracêuticos de qualidade á base de condroitina, glucosamina, colágeno hidrolisado, colágeno do tipo II e até mesmo Ômega-3 muito utilizados em problemas articulares.

Ao observar qualquer um desses sinais em seu pet, o recomendado é que leve o quanto antes para o seu veterinário de confiança para prevenção, exames e tratamento adequado.

Recomenda-se sempre que seu pet realize exercícios leves a moderados todos os dias, afim de retardar algumas doenças, tais quais nas articulações, o passeio eleva a temperatura corporal e melhora a circulação sanguínea, sem mencionar que para os pets idosos é muito bom para a saúde mental também.

Mantenha seu pet sempre aquecido durante as noites mais frias do ano, evite deixá-lo sob o vento ou até mesmo no chão frio, de preferência coloque algum isolante térmico no chão (como papelão, por exemplo) para que a friagem do chão não chegue até ele, disponibilize uma coberta e se ele aceitar uma roupinha quentinha e confortável.

Dra. Dafne Rocha Barros– Representante Idealvet/Avert.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.