Maringá inicia aplicação da nova dose da bivalente para idosos e pessoas imunocomprometidas nesta segunda (18)

Compartilhar

Para se vacinar é necessário apresentar documentos pessoais e CPF, além da carteirinha de vacinação. Doses estarão disponíveis em todas as Unidades Básicas de Saúde (UBSs).

Por Redação

A Prefeitura de Maringá, por meio da Secretaria de Saúde, inicia nesta segunda-feira, 18, a partir das 13h, a aplicação de nova dose da vacina bivalente contra a Covid-19. Poderão receber o reforço  pessoas com 60 anos ou mais e imunocomprometidos acima de 12 anos que tenham recebido a última dose da bivalente há mais de seis meses. As vacinas estarão disponíveis em 34 Unidades Básicas de Saúde (UBSs) (clique aqui para conferir o horário de vacinação).
A 15ª Regional de Saúde encaminhou ao município novas doses do imunizante para início da estratégia de vacinação. A distribuição das vacinas para as UBSs ocorrerá na manhã de segunda, 18, e os imunizantes estarão disponíveis para a população a partir das 13h. Para se vacinar é necessário apresentar documentos pessoais e CPF, além da carteirinha de vacinação ou ConecteSUS. As pessoas imunocomprometidas devem apresentar comprovação no ato da aplicação.
O secretário de Saúde, Clóvis Melo, reforça que a aplicação do novo reforço faz parte da estratégia definida pelo Ministério da Saúde após a identificação de novas sublinhagens do vírus Covid-19 no Brasil. “A Covid-19 não acabou e estamos em um período de festas, quando muitas pessoas vão viajar e se reunir com as famílias. Dessa forma, a vacinação é fundamental para garantirmos a proteção das pessoas, principalmente do público mais vulnerável e que tem chances de desenvolver formas graves da doença.”
Além do novo reforço com a bivalente para idosos e pessoas imunocomprometidas, a Prefeitura de Maringá orienta a importância da manutenção do esquema vacinal para os demais públicos. O município segue com aplicação da primeira dose de bivalente para pessoas com 18 anos ou mais ou adolescentes entre 12 e 17 anos que fazem parte dos grupos especiais (comorbidades, gestantes, puérperas, indígenas ou pessoas com deficiências permanentes) que ainda não receberam o imunizante.
Para receber a primeira dose da bivalente é necessário ter recebido, pelo menos, duas doses de qualquer imunizante contra a Covid-19, sendo a última dose há no mínimo quatro meses. A vacina contra a Covid-19 também está liberada para qualquer pessoa a partir de 6 meses de idade e com esquema de três doses até os 17 anos. As vacinas contra a Covid-19 são aplicadas em 34 UBSs (clique aqui para conferir os horários).
Foto: Arquivo/PMM

Compartilhar