UEM promove seminário sobre HIV e Tuberculose nesta terça-feira, 5

Compartilhar

Foto: Ilustrativa

A Universidade Estadual de Maringá (UEM) está na vanguarda da educação e da saúde pública com a realização do “Primeiro Seminário de HIV/Aids”, um evento pioneiro que abordará as interfaces do cuidado ampliado e as estratégias nacionais para combater a epidemia global. O seminário, organizado pelo Centro de Ciências da Saúde (CCS), o Grupo de Estudos, Pesquisa em Vigilância do HIV/Aids e da Tuberculose (GEPVHAT) e o Programa de Educação Tutorial (PET) Enfermagem, acontecerá nos dias 5 e 6 de dezembro, no auditório da Biblioteca Central (BCE), começando às 8h30.

O evento gratuito visa promover a conscientização e fomentar um debate crítico sobre o HIV/Aids, abrangendo tópicos como os desafios enfrentados por indivíduos soropositivos, estratégias de prevenção combinada e a coinfecção Tuberculose-HIV. Palestras, debates e mesas-redondas serão conduzidos por especialistas na área.

A Secretaria Estadual de Saúde do Paraná (Sesa/PR) esclarece que ser portador do HIV não é o mesmo que ter Aids, e que é possível viver muitos anos sem sintomas ou desenvolver a doença. O seminário também contará com a colaboração de entidades de renome, como a Opas, o Ministério da Saúde e a Rede Brasileira de Pesquisa em Tuberculose.

A professora Gabriela Tavares Magnabosco, do Departamento de Enfermagem (DEN) e organizadora do evento, ressalta a importância da iniciativa: “É uma chance única para os estudantes interagirem diretamente com os formuladores de políticas públicas, reforçando o papel da UEM em oferecer uma educação de excelência e conectada com as necessidades sociais.”

Os interessados em participar podem se inscrever preenchendo um formulário on-line até o dia 4 de dezembro. A Diretoria de Extensão (DEX/UEM) emitirá certificados de participação aos inscritos.

0


Compartilhar