Prefeitura realiza ‘Dia D contra a Dengue’ em Cmeis na sexta, 1º, e mutirão nos bairros no sábado, 2

Dia D contra a Dengue Cmeis
Compartilhar

Por Murillo Saldanha / PMM

Nesta sexta-feira, a Prefeitura de Maringá, por meio da Secretaria de Saúde, realizará o ‘Dia D contra a Dengue’ nos Centros Municipais de Educação Infantil (Cmeis) Pioneiro Vanor Henriques, no Jardim Ipanema, e Winifred Ethel Netto, no Conjunto Odwaldo Bueno. O objetivo é mobilizar as crianças para atuarem como multiplicadores do combate à dengue em casa e na escola.

As ações do ‘Dia D contra a Dengue’ serão realizadas no período da manhã, das 9h às 10h, no Cmei Pioneiro Vanor Henriques (Rua Pioneiro Antônio Paulo da Silva, 1451), e no período da tarde, das 14h às 15h, no Cmei Winifred Ethel Netto (Rua Dolores Duran, 1395). Os alunos vão atuar como agentes mirins para eliminação de possíveis criadouros, além de aprenderem sobre o ciclo de reprodução do mosquito e sintomas da doença.

“As crianças são muito importantes para a conscientização dos pais e da comunidade. Elas cobram dos vizinhos e da família a adoção dos cuidados para prevenção da dengue. Com essa essa atividade nos Cmeis vamos ampliar ainda mais nossa rede de combate da doença”, afirmou o secretário de Saúde, Clóvis Melo.

Mutirão – Neste sábado, 2, o município também realizará um grande mutirão em sete bairros, o que contemplará 2.757 residências e 8.355 pessoas. Os agentes de combate às endemias realizarão vistorias em residências nos bairros Jardim São Paulo, Parque Tarumã, Residencial Tarumã, Vila Santa Izabel e Cidade Universitária, além do distrito de Iguatemi (parte da região central e no bairro Jardim Marajoara). O objetivo é orientar a comunidade e eliminar possíveis focos do mosquito.

A ação integrada envolve as secretarias de Saúde, Fazenda e Limpeza Urbana. Na sexta-feira, 1º, as equipes da Secretaria de Limpeza Urbana iniciarão limpeza no fundo de vale do Jardim Universo. O local é alvo de descarte irregular de lixo. Além das vistorias dos agentes, durante a semana a Fiscalização Integrada notificará imóveis em situação de má conservação.

Foto: Arquivo / PMM


Compartilhar