Prefeitura de Maringá vai conceder gestão do Hospital da Criança para entidade filantrópica

Compartilhar

 Foto: Alex Magosso/RPC / Reprodução

A Prefeitura de Maringá publicou na sexta-feira (17) uma lei municipal que autoriza a concessão de uso do Hospital da Criança para uma entidade filantrópica. O hospital, que deve começar a funcionar no primeiro semestre de 2024, terá 160 leitos e atenderá a 21 especialidades, com foco em oncologia pediátrica, cardiologia, neurologia, ortopedia, transplantes e doenças raras. As informações foram divulgadas por Fábio Linjardi, do G1 Paraná.

Segundo o secretário municipal de Saúde, Clóvis Augusto Melo, o edital para a disputa entre as entidades interessadas em assumir o hospital deve ser lançado ainda neste ano, possivelmente neste mês. A entidade vencedora deverá destinar, no mínimo, 60% da capacidade instalada para pacientes da rede pública.

O Hospital da Criança de Maringá é uma obra iniciada em 2019 e custou cerca de R$ 150 milhões. A unidade conta com 24,2 mil metros quadrados de área construída. O custeio mensal do hospital será de R$ 4,5 milhões, divididos igualmente entre União, estado e município.

O prefeito de Maringá, Ulisses Maia (PSD), disse que a concessão do hospital para uma entidade filantrópica vai garantir uma gestão mais eficiente e qualificada. Ele afirmou que a previsão é que o hospital esteja em pleno funcionamento no próximo ano.

 


Compartilhar