Maringá realiza novo mutirão de combate à dengue nos bairros neste sábado, 11

mutirão contra a dengue
Compartilhar

Por Murillo Saldanha / PMM

A Prefeitura de Maringá amplia as ações de combate à dengue e conscientiza a comunidade sobre cuidados para evitar potenciais criadouros do mosquito Aedes Aegypti. O município realiza mutirão na região do Jardim América, Conjunto Habitacional Itatiaia, Jardim Novo América e Parque Industrial I e II. Neste sábado, 11, os agentes de combate às endemias (ACEs) farão vistorias em residências da região.

A ação integrada envolve as secretarias de Saúde e Fazenda. Além das vistorias dos agentes no sábado, durante a semana a Fiscalização Integrada notificará imóveis em situação de má conservação para que os proprietários realizem a limpeza. No total, o mutirão vai abranger 1.923 imóveis e cerca de 4.311 pessoas.

O secretário de Saúde, Clóvis Melo, destaca que a mobilização é fundamental para orientar a comunidade e engajar moradores no combate à dengue. “A atuação da população é fundamental para eliminar criadouros do mosquito da dengue. Nossos agentes vão orientar sobre os cuidados necessários e verificar possíveis locais que possam acumular água”, afirma.

Ele explica que a escolha da região para o mutirão considera os dados do 4º Levantamento do Índice de Infestação do Aedes Aegypti (Lira) de 2023 e o número de casos de dengue. Os locais deste fim de semana fazem parte da área de abrangência da Unidade Básica de Saúde (UBS) Parigot de Souza, que teve índice de 4,35% no último Lira, considerado de alto risco de infestação. Confira aqui os resultados do 4º Lira.

Cuidados

A melhor forma de prevenir a dengue, chikungunya e zika vírus é evitar o acúmulo de água parada, onde o mosquito transmissor se prolifera. Entre as medidas que devem ser adotadas estão: fazer a limpeza do quintal e o descarte correto de materiais; fechar o saco plástico de lixo e manter a lixeira fechada; lavar a vasilha de água de animais domésticos; retirar a água acumulada de plantas; tratar a água de piscinas com cloro, entre outras ações.

Foto: Rafael Macri / PMM


Compartilhar