Estudante de Educação Física é preso por comercialização de anabolizantes em Maringá/PR

Compartilhar

Foto: Divulgação

A Polícia Civil realizou uma significativa apreensão de anabolizantes na zona 07 de Maringá, culminando na prisão de um acadêmico de Educação Física, com 28 anos.

O suspeito vinha sendo investigado após relatos de que realizava a venda ilegal de esteroides anabolizantes para fisioculturistas, utilizando um veículo VW/GOL preto para as entregas. Hoje, enquanto era monitorado, os investigadores interceptaram uma de suas entregas nas proximidades da Avenida São Paulo. Na ocasião, foram apreendidos diversos frascos de testosterona e uma quantia de maconha.

Contudo, o panorama se ampliou após a busca em sua residência. No local, foi descoberto um laboratório de fabricação e manipulação de anabolizantes. Entre os itens apreendidos, destacam-se grandes quantidades de testosterona, comprimidos de oxandrolone, hemogenin, nandrolone, uma balança de precisão e instrumentos usados na produção desses esteroides. Adicionalmente, também foram encontradas porções de haxixe e skank, popularmente conhecido como “supermaconha”.

O uso de esteroides anabolizantes, que têm como principal função a reposição de testosterona, é legalizado em situações médicas específicas. Entretanto, a comercialização e utilização com fins estéticos ou desportivos são ilegais e perigosos. O tráfico desses produtos enquadra-se no art. 273, parágrafo 1°-B, I, do Código Penal, podendo resultar em reclusão de 10 a 15 anos, além de multa.

O indivíduo foi detido e está sob custódia na 9ª Subdivisão Policial de Maringá/PR, aguardando as determinações judiciais.

A Polícia Civil incentiva a população a colaborar com as investigações. Para denunciar atividades ilícitas relacionadas a armas ou drogas, entre em contato com o Whatsapp da Antitóxico: 3309-3131.


Compartilhar