R$ 5 milhões: Prefeitura de Maringá suspende de licitação para aquisição de novos veículos para a Semob

Compartilhar

Envelopes com as propostas seriam abertos nesta terça-feira (1º). No aviso de suspensão publicado no Portal da Transparência, município fala em “adequações no edital”.

Por Victor Ramalho

A Prefeitura de Maringá anunciou nessa segunda-feira (31) a suspensão de uma licitação para a compra de novos veículos para a frota da Secretaria de Mobilidade Urbana (Semob). De acordo com o memorial descritivo publicado no Portal da Transparência, o município pretendia comprar 28 novos veículos, entre eles 4 caminhonetes SUV, 3 pick-ups cabine dupla e 14 motocicletas.

O valor máximo que a Prefeitura estava disposta a pagar no edital era de R$ 5 milhões e, inicialmente, os envelopes com as propostas seriam abertos nesta terça-feira (1º). No aviso de suspensão também publicado no Portal da Transparência, o município fala em suspensão para “adequações no edital”.

A licitação havia sido alvo de pedido de impugnação por parte do Observatório Social de Maringá (OSM) no dia 26 de julho. No documento enviado ao Executivo, a organização afirma ter encontrado inconsistências no edital, como a ausência de justificativas para a quantidade de veículos a serem adquiridos no processo.

“Neste caso, o PE 174/2023 destina-se à compra do quantitativo integral dos veículos. Ocorre que em edital não foi localizado nenhum demonstrativo objetivo de como se chegou aos quantitativos pretendidos especialmente em relação aos lotes 4 e 5, que somam 14 motos”, afirma o OSM no pedido de impugnação.

Na licitação, a Prefeitura de Maringá afirma que a compra dos novos veículos serviriam para a renovar a frota da Semob em suas atividades diárias, destacando que “a maioria dos veículos já está com mais de 7 anos de uso e com quilometragem elevada”.

Conforme material institucional divulgado pela própria Prefeitura, a frota da Semob foi parcialmente renovada pela última vez em fevereiro de 2019. Na ocasião, o município investiu pouco mais de R$ 2 milhões na aquisição de 13 novos veículos, entre eles 5 pick-ups cabine dupla e 6 motocicletas de 700 cilindradas.

Foto: Arquivo/PMM


Compartilhar