Animais em situação de maus-tratos são resgatados na região do Jardim Real

Compartilhar

Equipes da Secretaria de Proteção e Bem-Estar Animal realizaram o resgate de dois cães na região do Jardim Real na manhã desta sexta-feira, 27. Os animais, dois cachorros de porte médio, estavam abandonados, sem água e alimento, em um terreno atrás do Hospital Universitário. A denúncia foi protocolada na Ouvidoria Municipal na tarde de quinta-feira, 26. O atendimento da ocorrência contou com apoio da Polícia Civil.
 
Os cães, uma fêmea e um macho, foram resgatados pela equipe do município e encaminhados para atendimento com os médicos veterinários do Centro de Bem-Estar Animal da Prefeitura de Maringá. Os pets serão castrados, vermifugados, microchipados e, na sequência, encaminhados para adoção. O secretário de Proteção e Bem-Estar Animal, Marco Antônio Azevedo, explica que neste caso as equipes não conseguiram localizar os responsáveis pelo abandono. Ele lembra que a comunidade, caso tenha alguma informação, pode fazer a denúncia via Ouvidoria Municipal, no telefone 156, site da Prefeitura e aplicativo Ouvidoria 156 Maringá.
 
“Era uma situação extrema de maus-tratos com os animais desnutridos e que agora precisam de muitos cuidados. Com nosso atendimento, em breve eles poderão encontrar novos lares responsáveis e que possam proporcionar muito e amor e carinho”, diz o secretário.
 
A fêmea, da raça boxer, conseguiu um lar temporário por meio do Pet Lar Solidário, projeto da gestão municipal que incentiva as pessoas a oferecerem lares temporários, de forma voluntária, para os animais vítimas de maus-tratos, abandonados ou que estavam na rua e foram machucados. Após tratamento veterinário, a fêmea será cuidada pela voluntária até que seja adotada de forma definitiva.
 
Durante o período do lar temporário, o município oferece o apoio com vacina, atendimento médico veterinário, quando necessário, e ração apropriada para os animais. Os interessados em oferecer um lar temporário podem realizar inscrição no site da Prefeitura (acesse aqui),  responder algumas perguntas e anexar os documentos solicitados. Após a inscrição, será selecionado o animal que mais combina com o perfil apresentado.
 
Secom / Prefeitura de Maringá / Foto: PMM 

Compartilhar