Maringá Post
Maringá Post - Notícias de Maringá e Região - O portal oferece as últimas notícias e novidades. Independente, sempre.

Hoje (25) é o último dia para pagamento do IPTU com 10% à vista em Maringá

A Prefeitura de Maringá oferece 10% de desconto no pagamento à vista do Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU), até 25 de janeiro.

  • O prazo para pagamento do IPTU à vista com 10% de desconto termina hoje (25), em Maringá. Esse é o maior desconto oferecido pelo prefeitura.

    Em 2022, cerca de 70% do valor arrecadado com IPTU em Maringá foi pago à vista. Em 2023, a estimativa de arrecadação da Secretaria de Fazenda é de cerca de R$ 270 milhões, recursos que deverá ser investido em obras e melhorias em geral no Município.

    Quem pagar à vista até 7 de fevereiro, terá 7% de desconto do valor total do IPTU. A Secretaria de Fazenda da Prefeitura de Maringá já começou a calcular o número de contribuintes que optaram pelo pagamento à vista e deverá informar os valores após o dia 25.

    Uma das novidades deste ano foi o pagamento do IPTU em Maringá via PIX, meio de pagamento eletrônico instantâneo. Todas as formas de pagamento do IPTU foram iniciadas em 2 de janeiro deste ano, mas houve problema no sistema do site da prefeitura nos primeiros dias. Na mesma semana, as guias de IPTU também foram distribuídas via Correios para os proprietários de imóveis na cidade.

    Isenção do imposto

    De acordo com a Lei Municipal 1092/2017, idosos acima de 65 anos, aposentados, pensionistas e pessoas com deficiência podem solicitar a isenção do do IPTU.

    Para isso, é necessário cumprir os seguintes requisitos:

    • Comprovar que são proprietários do imóvel, que residem no local e que não possuem outras propriedades no município;
    • A renda familiar mensal de todos os moradores do imóvel não deve ultrapassar três salários mínimos;
    • A área construída do imóvel não pode ultrapassar 150 m² se for de alvenaria, 200 m² se for de madeira e 200 m² se for de construção mista (com área construída de alvenaria não superior a 150 m²);
    • A área útil do terreno não pode ser maior que 1 mil m².

    Foto: Aldemir de Moraes / PMM

    Comentários estão fechados.