Último levantamento do Lira aponta risco baixo de infestação do mosquito da dengue em Maringá

Foto:  Hilab/Reprodução
 
O levantamento rápido do Índice Médio de infestação do Aedes aegypti – LIRA, aponta rico baixo de infestação em 0,6%. A apresentação do último levantamento foi nesta sexta-feira,29, no auditório Hélio Moreira.

Maringá decretou estado de epidemia de dengue e termina esse período epidemiológico com 6.566 casos confirmados de dengue dos 12.528 notificados. Foram oito mortes pela doença.

O secretário de Saúde, Clóvis Augusto Melo, reforça que o mosquito Aedes aegypti é perigoso por transmitir também outras doenças, Zika virus e Chikungunya.

“Cada cidadão é responsável dentro da sua própria casa, evitando os criadouros, não jogando lixo dentro do baldinho e nem jogando no fundo de vales. Denunciando quem tem esse tipo de atitude.”, disse o secretário.