Terminal rodoviário recebe dois aditivos para conclusão das obras

Imagem: PMM

A obra no terminal rodoviário de Maringá teve início em fevereiro de 2019. A princípio custaria 9 milhões de reais e seria entregue no começo deste ano de 2022,  mas a empresa que venceu a licitação e foi contratada desistiu e abandonou a obra.

Uma outra licitação foi aberta e houve a contratação de uma nova empresa, que começou a dar continuidade aos trabalhos no início de maio. Dois aditivos foram incluídos na verba para que a obra seja finalizada.

O Secretário de Mobilidade Urbana, Gilberto Purpur, prevê que a obra seja concluída e entregue no início de 2023.

Respectivamente, os valores adicionados foram de R$ 714.545,05 e 115.320,84, e correspondem a 8,22%  e 1,33% do valor inicial do contrato. A inclusão dos dois aditivos nas obras no terminal rodoviário Vereador Dr. Jamil Josepetti, somam um total de 830 mil reais.

Purpur afirmou que os aditivos são necessários por conta do aumento de preço que os materiais de construção obtiveram, e por ser uma reforma de grande escala.