Vereador propõe projeto de lei para proibir uso de cigarros eletrônicos em ambientes fechados

Imagem: Câmara Municipal de Vereadores de Maringá

O vereador Dr. Manoel Sobrinho (PL), que também é médico, protocolou o projeto de lei para proibir o consumo de cigarros eletrônicos em ambientes fechados, públicos e privados, na cidade.

O projeto foi protocolado na sexta-feira passada (08), e deve seguir para as comissões da Câmara dos Vereadores de Maringá, e depois para discussão entre os vereadores no plenário.

A proposta do vereador é que a utilização de cigarros eletrônicos nos ambientes fechados seja proibida, assim como os cigarros comuns, de acordo com a Lei Municipal 7192/2006.

Dr. Manoel disse à imprensa que os cigarros eletrônicos fazem ainda mais mal à saúde, do que cigarros comuns. Ainda segundo o vereador, além de poder causar doenças metabólicas e câncer, o cigarro eletrônico causa maior dependência no usuário.