Monsenhor Antônio de Pádua Almeida morre na manhã desta terça (12)

Antônio de Pádua Almeida

Monsenhor Antônio de Pádua Almeida era referência na Arquidiocese de Maringá. Ele passou mal no café da manhã e não resistiu.
Foto: Redes sociais

Morreu na manhã desta terça-feira (12) o Monsenhor Antônio de Pádua Almeida, de 79 anos. Ele estava tomando café da manhã na Casa dos Padres Idosos de Maringá, onde tinha residido nos últimos meses, quando começou a passar mal. As equipes médicas foram acionadas, mas ele não resistiu.

Local do velório e horário do sepultamento ainda não foram definidos e serão divulgadas em breve.

O padre Almeida nasceu em Caconde, estado de São Paulo, em 1942.

Em 1966, o primeiro Arcebispo de Maringá, Dom Jaime Luiz Coelho, pediu licença ao Vaticano para ordenar Almeida, antes mesmo de ele ter terminado o curso de Teologia. Concluiu a Teologia em Curitiba e cursou o Instituto Superior de Liturgia no Rio de Janeiro.

Ele teve relevante papel na história da Igreja Católica em Maringá, sendo o primeiro coordenador de Pastoral da Arquidiocese, com o padre Orivaldo Robles. Almeida foi responsável pela elaboração do primeiro Plano Pastoral da Arquidiocese de Maringá – se tornando referência de planejamento pastoral para a Igreja no Brasil.

Em nota de pesar, a Arquidiocese de Maringá lamenta o falecimento: “Com esperança na ressurreição, a Arquidiocese de Maringá manifesta agradecimento por tudo que o padre Almeida fez pela Igreja particular de Maringá, sendo um homem dedicado a propagar a Boa Nova e a contribuir também com desenvolvimento humano, social e cultural de toda a região”.