30% das obras na Praça Napoleão Moreira da Silva foram finalizadas

Praça Napoleão Moreira da Silva

A obra na Praça Napoleão Moreira da Silva prevê melhorias e novos equipamentos. A reforma deve ser finalizada até o segundo semestre de 2022.
Foto: Aldemir de Moraes / PMM

Mais de 30% das obras da reforma da Praça Napoleão Moreira da Silva já foram executadas pela Prefeitura de Maringá. A Secretaria de Obras Públicas (Semop) informa que, nesta semana, as frentes de trabalho estão no calçamento no entorno do local, no piso da praça e nas bombas dos dois chafarizes, que são uma novidade.

Com investimento de R$ 3,7 milhões, a obra que prevê diversas melhorias e novos equipamentos, deve será entregue no segundo semestre deste ano. Além dos chafarizes, a praça terá uma fonte aquática, equipamentos para ginástica, parquinho, mesas de jogos com área coberta, espaços para feiras e eventos, paraciclos, câmera de segurança monitorada pela Guarda Civil, iluminação com lâmpadas de led, entre outros. Com a reforma, o local será mais uma opção de lazer e convivência para a comunidade.

Foto: Aldemir de Moraes / PMM

PRESERVAÇÃO

O Instituto de Pesquisa e Planejamento Urbano de Maringá (Ipplam) e o Patrimônio Histórico da Secretaria de Cultura informam que o projeto mantêm os principais aspectos urbanísticos e históricos da praça.

Serão preservados os bancos curvilíneos de cimento, o busto do comerciante e vereador Napoleão Moreira da Silva, a vegetação (palmeiras e arbustos), o desenho e traçado original e outras estruturas de concreto.

HISTÓRIA

A Praça Napoleão Moreira da Silva, que fica entre as avenidas Brasil e Duque de Caxias e as ruas Santos Dumont e Basílio Sautchuk, foi criada no fim da década de 1940. No entanto, só foi urbanizada em 1962, com o projeto do arquiteto José Augusto Bellucci, que assina outros pontos de Maringá, como a Catedral Nossa Senhora da Glória.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.