Mais seis empresas vão fazer parte do Parque Tecnológico de Maringá

parque tecnologico de Maringá

O Projeto do Parque Tecnológico de Maringá investe na geração de emprego e renda, além de criar de um polo tecnológico na cidade.
Foto: Foto: Aldemir de Moraes / PMM

Em breve, o cenário no Parque Tecnológico de Maringá será o de um grande canteiro de obras. Seis empresários que apresentaram documentação na Prefeitura, estão com projetos aprovados e devem começar a construir suas novas unidades em breve. Elas vão se juntar a duas empresas que já iniciaram suas construções. A primeira fase é erguida na parte frontal do empreendimento, com 28 mil m² de frente para a avenida Nildo Ribeiro da Rocha. A área dos fundos, com 140 mil m², ainda não foi loteada.

Uma das empresas que prepara a construção é a Atak Sistemas. Com investimento previsto de R$ 6 milhões, a unidade terá 2 mil m² e quase dobrará o quadro de funcionários. Hoje, a Atak tem 160 colaboradores e planejamento para chegar a 300 com a mudança para o Parque Tecnológico na metade de 2023.

Também estão prestes a iniciar suas novas sedes as empresas Ingá Digital, Produtec, GetCard, TecnoSpeed e ConsigNet. Maringá caminha para ser um polo de tecnologia da informação.

Além do Parque Tecnológico, foi criada a Agência Maringá de Tecnologia e Inovação (Amtech), cujo secretárioEdney Mossambani tomou posse na última sexta-feira (3) e já trabalha em projetos para o setor.

AVANÇADO

Entre as duas empresas que estão mais avançadas no Parque Tecnológico, a Accion está quase pronta, com inauguração prevista para setembro. O investimento é de R$ 3,5 milhões, com previsão de contratar 100 novos profissionais. A Sabium só aguarda a finalização da terraplanagem para erguer a estrutura, pré-moldada, em até três meses. O investimento é de R$ 5 milhões e previsão de gerar 50 novos postos de trabalho.

CONHEÇA AS EMPRESAS DO PARQUE DE TI:
• lotes 1 e 2 – Sabium – produz sistemas para varejo
• 3 – Produtec – software para segmento de vestuário
• 4 – GetCard – software voltado para transações financeiras
• 5 e 6 – Accion – software industrial
• 7 – Software by Maringá – sede e outras instalações
• 8 – TecnoSpeed – produtos para software
• 9 – Atak Sistemas – software para frigoríficos
• 10 – Ingá Digital – software para área pública
• 11 – Consignet – software para área pública e consignados
• 12 – DB1 Group – software para cooperativas, projetos sob encomenda

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.