Vacinação contra gripe está liberada para todos os grupos prioritários

Vacinação contra a gripe: veja quem já pode tomar a vacina em Maringá.
Foto: Américo Antoni / Arquivo SESA

A Prefeitura de Maringá liberou a vacinação contra influenza (gripe) para todos os grupos prioritários da campanha nacional, conforme orientação do Ministério da Saúde. As vacinas estão disponíveis em 31 Unidades Básicas de Saúde (UBS) – exceto UBS Maringá Velho, UBS Céu Azul, UBS Pinheiros. É necessário apresentar carteirinha de vacinação, documentos pessoais e, quando necessário, comprovantes do grupo na qual pertence.

Confira os públicos:

– Pessoas com 60 anos ou +;

– Trabalhadores da saúde – apresentar declaração, holerite ou crachá com nome completo e foto;

– Crianças de 6 meses a 4 anos, 11 meses e 29 dias;

– Gestantes de qualquer idade;

– Puérperas de qualquer idade (até 45 dias após o parto) – apresentar documento que comprove o puerpério (certidão de nascimento, cartão da gestante, documento do hospital onde ocorreu o parto, entre outros);

– Pessoas com comorbidades – apresentar prescrição médica/relatórios (de até 2 anos), exames e receitas específicas atualizadas:

– Doença respiratória crônica: asma em uso de corticoide inalatório ou sistêmico (moderada ou grave); Doença Pulmonar Obstrutiva Crônica (DPOC): Bronquiectasia; Fibrose Cística; Doenças Intersticiais do pulmão; Displasia broncopulmonar; Hipertensão Arterial Pulmonar; Crianças com doença pulmonar crônica da prematuridade;

– Doença cardíaca crônica: doença cardíaca congênita; Hipertensão arterial sistêmica com comorbidade;

– Doença cardíaca isquêmica; Insuficiência cardíaca.

– Doença renal crônica: doença renal nos estágios 3,4 e 5; Síndrome nefrótica; Paciente em diálise.

– Doença hepática crônica: Atresia biliar; Hepatites crônicas; Cirrose.

– Doença neurológica crônica: Condições em que a função respiratória pode estar comprometida pela doença neurológica. Considerar as necessidades clínicas individuais dos pacientes incluindo: Acidente Vascular Cerebral, Indivíduos com paralisia cerebral, esclerose múltipla, e condições similares; Doenças hereditárias e degenerativas do sistema nervoso ou muscular; Deficiência neurológica grave;

– Diabetes: tipo I e II, em uso de medicamentos;

– Imunossupressão: congênita ou adquirida;

– Obesos de grau III;

– Transplantados: Órgãos sólidos; Medula óssea.

– Pessoas com deficiência permanente;

– Pessoas com trissomias: Síndrome de Down, Síndrome de Klinefelter, Síndrome de Wakany, dentre outras trissomias.

– Professores do ensino público ou privado – apresentar declaração, holerite ou crachá com nome completo e foto;

– População privada de liberdade;

– Povos indígenas a partir dos seis meses de idade;

– Caminhoneiros, trabalhadores de transporte coletivo rodoviário e urbano – apresentar documento que comprove o exercício efetivo da função;

– Trabalhadores portuários – apresentar documento que comprove o exercício efetivo da função;

– Trabalhadores das forças de segurança e salvamento e forças armadas – vinculação ativa com o serviço de forças armadas ou apresentação de declaração emitida pelo serviço em que atua;

As vacinas contra Covid-19 poderão ser aplicadas simultaneamente com a vacina contra gripe ou com qualquer intervalo das demais vacinas de rotina nas pessoas a partir de 12 anos. As crianças de 5 a 11 anos de idade deverão aguardar um período de 15 dias entre as doses, priorizando a vacinação contra Covid-19.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.