Escala Cultural traz peça teatral inspirada em Inezita Barroso

Peça “Oi lá, Inezita”, inspirada em Inezita Barroso, é gratuita e acessível em libras. Está marcado para dia 15 de maio, às 19h.

No domingo (15/05) o projeto “Escala Cultural” traz para Maringá o espetáculo teatral “Oi lá, Inezita”, da Cia Cênica, de São José do Rio Preto / SP. A apresentação é 19h no Teatro Barracão, com entrada gratuita, classificação livre e acessível em Libras – Língua Brasileira de Sinais.

A peça conta a história de uma corajosa violeira que não acredita em um lugar definitivo para as coisas e se aventura por um Brasil repleto de riquezas e reinvenções. Em uma atmosfera envolvida pela música, dança e poesia, o espetáculo passeia por elementos da cultura popular brasileira e é inspirado na vida e na obra de Inezita Barroso (1925 – 2015), relembrando a mulher, artista e pesquisadora que ficou conhecida nacionalmente por sua voz, viola e pelos sotaques regionais reproduzidos em suas interpretações e trabalho, como no programa “Viola, Minha Viola”.

Foto: João F. Tavares Kawasaki

Durante quatro meses o grupo se dedicou a estudos sobre a vida e a obra desta intérprete, musicista, biblioteconomista, mãe, professora, atriz e apresentadora de vários programas de rádio e televisão, optando por mergulhar na Inezita folclorista, pesquisadora, difusora e defensora da cultura popular brasileira e, em especial, da caipira. Além da Inezita Barroso recriada por três atrizes, o espetáculo traz à cena alguns dos personagens que ela apresenta nas músicas que interpretou e outros que poderia ter conhecido em seus encontros e viagens de pesquisa sobre nossas manifestações populares. Não se trata, portanto, de uma produção biográfica, mas de uma fábula que carrega consigo o amor de Inezita pela cultura de raiz brasileira, pelo ser caipira, e a sua luta pessoal para romper paradigmas machistas de nossa sociedade.

A Cia Cênica foi fundada em março de 2007 em São José do Rio Preto. Suas pesquisas e ações são pautadas no teatro popular, na dramaturgia autoral, na música ao vivo enquanto elemento dramatúrgico, na ocupação de ruas e espaços não convencionais e, para além dos limites da cena, no compartilhamento de saberes e formação de público. Desde sua criação, já passou por mais de 150 cidades de 11 Estados brasileiros, levando seu repertório a um público de mais de 600 mil espectadores. Atualmente, o coletivo tem 11 espetáculos em circulação, concebidos para palco, rua, espaços alternativos e ambiente virtual.

Foto: Jorge Etecheber

O projeto

Realizado pela 2 Coelhos Comunicação e Cultura, por meio da Lei Federal de Incentivo à Cultura e o patrocínio de diversas empresas, o Escala busca selecionar espetáculos teatrais de grupos que estejam participando de festivais e mostras ou realizando apresentações isoladas por meio de editais, fazendo com que eles deem uma “paradinha” por aqui, inserindo o município em seus roteiros. Nesta edição, a curadoria é assinada pelo jornalista e crítico teatral Valmir Santos, de São Paulo e pela produtora cultural Rachel Coelho. Santos é doutorando em teoria e prática do teatro pela Universidade de São Paulo, editor e fundador do site Teatrojornal – Leituras de Cena, que existe desde 2010.

O Escala teve início em 2018, contou com uma edição online em 2021 e desde abril deste ano retomou o formato presencial. A iniciativa sempre priorizou grupos teatrais de referência, como o renomado Grupo Galpão, o Lume Teatro, a Cia do Tijolo, o Grupo Magiluth, entre outros.

Serviço

Espetáculo teatral “Oi lá, Inezita”

Cia Cênica (São José do Rio Preto / SP)

Dia 15 de maio de 2022 (domingo) às 19h

Teatro Barracão – Entrada gratuita

Acessível em Libras / Classificação: Livre

Quer saber mais sobre cultura em Maringá? Siga a nossa Coluna Cultural Post.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.