Ulisses promete dar suporte às famílias ucranianas refugiadas em Maringá

O prefeito usou as redes sociais para assegurar que as famílias refugiadas da Ucrânia recebidas em Maringá terão o apoio necessário para viver na cidade.

Maia citou que o município vai oferecer orientações sobre documentos, acesso à saúde, educação e outros serviços.

Dezenas de seguidores do prefeito no Facebook também se manifestaram e deram boas-vindas às famílias. Mas houve quem questionasse se a recepção dada aos refugiados haitianos e venezuelanos na cidade tem sido a mesma concedida aos ucranianos.

O acolhimento das oito famílias está sendo feito pela 2ª Igreja Presbiteriana de Maringá e Igreja Presbiteriana da Vila Operária. Elas chegaram na última terça-feira, 19.

Na ocasião, foram recebidas pelo vice-prefeito, Edson Scabora, e pelo secretário de Juventude, Cidadania e Migrantes, Emmanuel Predestin.

“Entendemos o momento de tensão e tristeza que estas famílias estão passando. Estamos à disposição para auxiliar e dar o suporte necessário para que se estabeleçam e possam recomeçar suas vidas”, afirmou o secretário.

O presidente da Comunidade Ucraniana em Maringá, Irineu Halchuk, também participou da recepção e destacou que a cidade se solidariza com a população daquele país e segue no trabalho de trazer outras famílias. “Estamos unindo forças com diversas instituições para darmos o acolhimento necessário e, assim, contribuir para que elas se adaptem rapidamente e se integrarem à nossa cidade”.

Foto: Assessoria de Imprensa da Prefeitura de Maringá

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.