Embaixada do Haiti realiza mais de 700 atendimentos a imigrantes

A Prefeitura de Maringá, por meio da Secretaria de Cidadania e Juventude e a Gerência de Migrante, havia iniciado, na última quinta-feira (24), um atendimento aos haitianos do município e região para renovação de passaporte e carteira de identidade. Uma equipe da Embaixada do Haiti esteve na cidade realizando os atendimentos que prosseguiram até o último sábado (26).

Ao final do atendimento, o balanço foi positivo: a Embaixada do Haiti realizou mais de 700 atendimentos aos imigrantes daquele país.

Foram atualizados 510 passaportes e mais de 200 carteiras de identidades. Além de Maringá, os haitianos eram de Apucarana, Paranavaí, Rolandia, Cafezal do Sul, Toledo, Palotina, Rolândia e Cascavel.

Segundo o Secretário de Juventude e Cidadania, Emmanuel Predestin, os documentos são fundamentais e dão mais dignidade aos haitianos. “Sem passaporte ou carteira de identidade eles não conseguem empregos ou estudar, por exemplo”. Ele acrescenta que o Prefeito Ulisses Maia tem uma preocupação grande com todos os públicos em Maringá. “Trazer a embaixada aqui evita que os haitianos, boa parte em dificuldades financeiras, tenha gastos com viagens a Brasília para retirar os documentos”.

A própria embaixadora do Haiti, Rachel Coupaud, esteve em Maringá. Além do apoio aos imigrantes, ela participou de várias agendas na Prefeitura. E também presenciou o casamento de seis casais de haitianos, no último sábado no teatro Calil Haddad.

Rachel Coupaud, embaixadora do Haiti no Brasil / Foto: Embassy News

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.