Equipe maringaense de Jiu Jitsu conquista 15 medalhas em campeonato

O Curitiba Internacional Open de Jiu Jitsu é um campeonato tradicional no calendário da IBJJF (International Brazilian Jiu Jitsu Federation), que ocorre todo ano na cidade de Curitiba. Em 2022, o evento ocorreu nos dias 19 e 20 de março.

11 atletas da equipe Dennis Jiu Jitsu Club, participam tradicionalmente da competição, e nesse ano trouxeram para Maringá 15 medalhas, nas modalidades com e sem quimono.

O atleta e coordenador da equipe, Anderson Sarris, é responsável pelo time há um ano e meio, já que o fundador e professor Edenilson Lima “Dennis”, está nos Estados Unidos trabalhando para expandir a equipe por lá. Anderson pratica o esporte há 14 anos, e há cinco é faixa preta da equipe.

Para o Curitiba Internacional Open de Jiu Jitsu foram, além de Anderson, os atletas Fabio Gomes, Juares Santos, Daniela Arouca, Everton Cruz, Luis Fernando, Eduardo Oliveira, Hudson Rosa, Talita Soane, Matheus Padua e Anderson José.

O coordenador destacou o atleta faixa marrom, Juares Santos, que é o atual número 1 no ranking mundial da IBJJF, e foi campeão na categoria e absoluto (peso livre) no kimono e vice-campeão na categoria NO-GI (sem kimono), na competição. A faixa marrom, Daniela Arouca, que foi campeã na categoria e absoluto nas duas modalidades e ganhou quatro medalhas de ouro, o também faixa marrom, Everton Cruz, que foi campeão na categoria de kimono, e o faixa azul, Anderson José, que foi campeão na categoria NO-GI (sem kimono).

Sarris diz que, após o campeonato, está com a sensação de dever cumprido. Como atleta ele explica que a dedicação diária nos treinos é para poder dar o melhor no tatame, e a vitória é o objetivo. “Agora também pelo lado de fora como professor, orientando, vibrando com os alunos a cada luta, acredito ser uma pessoa privilegiada, e tenho que agradecer ao meu professor Edenilson Lima “Dennis”, pelo privilégio que me deu de estar no comando dessa equipe aqui no Brasil”, afirma.

Anderson diz que o jiu jitsu em Maringá sempre foi de muita tradição e tem academias e professores muito bons. No entanto, sente que falta apoio municipal para os atletas desse esporte. Ele conta que a maioria dos atletas de Maringá e região, busca apoio particular para poder competir.

O jiu jitsu acaba se tornando parte do estilo de vida dos atletas e praticantes. Sarris conta que a equipe tem um calendário cheio de competições regionais e federados (CBJJ/IBJJF). Eles estão se preparando para todos, mas segundo o coordenador, o foco maior é o campeonato brasileiro da CBJJ, que ocorre entre os dias 5 a 15 de maio, em Barueri, São Paulo.

“O que sempre digo para meus alunos, é que o campeão se forma dentro da academia, e que as competições são somente a demonstração da dedicação deles nos treinos. O que mais quero é que eles deem o máximo deles nos treinos, fazendo isso darão o máximo nas competições também”, finaliza.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.