Maringá se prepara para 60 mil crianças de 5 a 11 anos a partir de sexta-feira

60 mil crianças

De acordo com a Nota Técnica do Ministério da Saúde, a Secretaria de Saúde de Maringá deverá vacinar cerca de 60 mil crianças de 5 a 11 anos de idade na campanha de vacinação contra a covid-19. A população alvo no Brasil é de 20 milhões de crianças, mas serão necessárias 40 milhões de doses para a imunização completa.

Ainda não há definição de data para o início da imunização das crianças, mas o Ministério da Saúde tem a expectativa de receber ainda nesta semana o primeiro lote de vacinas pediátricas da Pfizer, autorizadas para crianças entre 5 e 11 anos, e começar as aplicações nesta sexta-feira, dia 14. Estados já se preparam para dar largada na imunização. 

Chegarão ao Brasil 3,74 milhões de doses neste mês de janeiro, com 1,25 milhão vindo no primeiro voo, previsto para esta quinta-feira, 13. Os próximos lotes chegam nos dias 20 e 27.

60 mil pequenos maringaenses

A população infantil que Maringá vai vacinar a partir deste mês é maior do que a de todos os municípios da região de Maringá com excessão à de Sarandi. A prefeitura deverá vacinar contra covid-19 em torno de 60 mil crianças, número que diz respeito aos cadastros existentes no sistema Gestor da Secretaria de Saúde. 

60 mil crianças
A vacinação de crianças segue a mesma estratégia usada para adultos, começando por quem tem comorbidade e deficiência permanente Foto: Aldemir de Moraes

Os pais ou responsáveis deverão acompanhar as crianças ou preencher e assinar o termo de autorização da aplicação da vacina. Será necessário apresentar documento pessoal como foto da criança  e carteira de vacinação. A vacinação será realizada com o imunizante da Pfizer, autorizado para aplicação no público infantil pela Agência Nacional Vigilância Sanitária (Anvisa), com o intervalo de 8 semanas entre a primeira e a segunda dose.

De acordo com Nota Técnica do Ministério da Saúde, a vacinação das crianças vai atender diretrizes semelhantes às dos adultos. Será iniciada por crianças com comorbidades e deficiência permanente, seguidas de indígenas e quilombolas, as que vivem em lares com pessoas com alto risco para evolução grave de Covid-19 e, então, em ordem decrescente de idade: iniciando pelos 11 anos até chegar aos 5 anos.

O secretário de Saúde, Marcelo Puzzi, explica que Maringá iniciará a vacinação assim que chegar as doses. “Maringá está preparada para o início imediato da vacinação contra covid-19 de crianças”, afirma.

 

Veja também

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *