Puzzi confirma que a variante Ômicron já chegou a Maringá

Ômicron já chegou a Maringá

O secretário municipal de Saúde de Maringá, Marcelo Puzzi, confirmou nesta terça-feira, 4, que a variante Ômicron já chegou a Maringá:  pelo menos 10 casos de contágio pela nova variante do coronavírus já foram detectados entre moradores de Maringá, mas é possível que o número seja bem maior devido à alta transmissibilidade desta versão da covid.

Puzzi disse que as informações sobre a quantidade de contaminados estão sob o controle do Estado, mas não é surpresa a chegada da variante a Maringá, porque ela já está presente em todos os países e desde o final de dezembro têm sido confirmados casos no Paraná.

De acordo com o secretário, a quantidade de testes positivos para covid também aumentou nos últimos dias em Maringá. A taxa de positividade, que era de 11%, subiu para 14%.

Os especialistas estão surpresos com a rapidez que o vírus se propaga. A variante Ômicron do SARS-CoV-2 pode já ser o vírus de mais rápida propagação de toda a história e já é dominante em várias nações do mundo e está levando à explosão do número de casos de covid-19.

Assim como a Ômicron já chegou a Maringá, é possível que ela já esteja presente também nos municípios vizinhos.

Na tarde desta terã-feira, a prefeitura de Maringá publicou a seguinte


“NOTA DE ESCLARECIMENTO


A Prefeitura de Maringá, até o presente momento, não confirma nenhum caso da variante ômicron de covid-19 no município. Todos os casos suspeitos foram encaminhados para análise no laboratório da Fiocruz, que fica no Rio de Janeiro, único local que confirma casos de ômicron no Brasil”.


UPA Zona Norte atenderá pacientes com sintomas respiratórios 

Para atender o aumento de casos suspeitos de gripe e outros problemas respiratórios, a Prefeitura de Maringá vai alterar o fluxo de atendimento de saúde no município. 

A partir das desta terça-feira, a Unidade de Pronto Atendimento UPA Zona Norte fará atendimento de urgência e emergência clínica e também atendimento para pacientes que alegarem sintomas respiratórios, assim como já ocorre na UPA Zona Sul. As duas unidades funcionam 24 horas.

Outra mudança está na ampliação de unidades que farão testagem rápida de covid-19. Além das UPAs Zona Norte e Zona Sul, a partir da quinta-feira, 6, outras quatro unidades passarão a fazer testes rápidos. 

O atendimento infantil continua sendo realizado no Pronto de Atendimento à Criança, anexo à UPA Zona Norte. 

UPA ZONA SUL

Av. Arquiteto Nildo Ribeiro da Rocha, 865 

UPA ZONA NORTE

Ana Neri, 1073 – Jardim Alvorada

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *