Feminicídio – homem acusado de matar ex-mulher grávida vai a júri nesta quarta, 10

Será julgado nesta quarta-feira, 10, no Fórum de Marialva, Davi Henrique Caldeira Brandt, de 26 anos. Ele é acusado de em fevereiro de 2019 cometer um dos crimes de maior repercussão em toda a região. Segundo a acusação, ele matou a golpes de faca a ex-mulher Emily da Silva Martins que tinha 19 anos e estava grávida de quatro meses.

Emily foi deixada ferida por Brandt em uma plantação de soja na zona rural do município. Um produtor que passava pelo local, viu a vítima ainda com vida e acionou o socorro. Antes de morrer, ela relatou aos policiais o que tinha acontecido. O depoimento dela no hospital foi gravado.

Na ocasião, a polícia apurou que o casal estava separado há um mês. O homem convidou a vítima para uma conversa com a proposta de reatar o relacionamento. Dentro do carro, ele teria tentado abusar sexualmente da vítima que reagiu. O homem então a feriu com golpes de faca e a deixou no estrada.

Ela passou horas durante toda a madrugada até ser socorrida. Após o depoimento ela e o bebê não resistiram e faleceram. O homem acabou preso horas depois do crime. A expectativa é de que o julgamento dure o dia todo.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *