Agricultor se apresenta à polícia e confessa assassinato de homem em estrada rural de Maringá

Um produtor rural de 41 anos apresentou-se nesta segunda-feira, 25, a Delegacia de Homicídios de Maringá e confessou ter matado a tiros Paulo Moura dos Santos, de 43 anos. O crime aconteceu no dia 11 de outubro na Estrada Miosotis. O agricultor estava acompanhado de um advogado criminalista. Ele entregou também aos policiais uma pistola calibre 380 – semelhante ao calibre encontrado na vítima.

A arma será periciada pela Polícia Científica. Em depoimento, o agricultor alegou legítima defesa. Ele relatou ao delegado Diego Elias Almeida que teria chamado a atenção da vítima porque o flagrou descartando entulhos na estrada. O homem não teria gostado, e iniciou uma discussão com ele. “Na versão dele, o homem teria partido com um pedaço de pau para cima dele e foi nesse momento que ele atirou”, disse o delegado.

Depois, deixou a cena do crime. O suspeito é dono de uma propriedade situada na mesma região em que o homicídio aconteceu. Após interrogatório, ele foi liberado. Segundo a polícia, o agricultor não tem antecedentes criminais. A polícia apurou ainda que em agosto, vítima e suspeito já teriam discutido pelo mesmo motivo e que na ocasião a vítima teria feito ameaças suspostamente com uma arma.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *