Obras de duplicação dos viadutos do Contorno Norte de Maringá estão paralisadas

Aguarda há anos, as obras de duplicação de oito viadutos sobre o Contorno Norte de Maringá estão paralisadas. O problema foi revelado em primeira mão na edição desta quinta-feira, 21, pelo programa Tribuna da Massa Maringá – Rede Massa/SBT. O jornalismo da emissora teve acesso a uma notificação feita pela empresa Contersolo que executa a obra à prefeitura de Maringá.

De acordo com a notificação enviada à administração municipal no dia 18 deste mês, a empresa cobra o reajuste dos valores que estão previstos em contrato. Segundo o documento, ‘nada de efetivo foi realizado para o cumprimento da obrigação legal de reajustar o contrato’ e que diante disso, suspendeu a obra até que seja normalizada a situação. O documento ainda destaca que o não cumprimento do reajuste pode resultar na rescisão do contrato.

Ao todo, segundo a empresa, 57% da obra já foi realizada. A Secretaria de Obras Públicas de Maringá enviou nota à emissora para informar que está tomando as medidas necessárias para que os trabalhos não sejam interrompidos. As obras começaram em março deste ano ao custo de R$ 17 milhões. O prazo inicial para terminar a obra, de acordo com o contrato, é de aproximadamente 16 meses, ou seja, deveria ser concluído em julho do ano que vem.

Os viadutos duplicados são das avenidas: Guaiapó, Tuiuti, Mandacaru, Kakogawa, São Judas Tadeu, Franklin Roosevelt, e Américo Belay (as duas vias).

Veja o caso levado ao ar no programa:

Nota da prefeitura

A Secretaria Municipal de Obras Públicas informa que houve um protocolo inicial da empresa executora das obras dos viadutos do Contorno Norte de Maringá informando uma possível paralisação das obras.

A Secretaria de Obras em sintonia com a empresa contratada, está tomando todas as medidas necessárias para solucionar a questão para que os trabalhos não sejam interrompidos.

 

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *