Morre o jornalista Verdelírio Barbosa, 80, diretor do Jornal do Povo

14 de outubro de 2021
morre o jornalista verdelírio barbosa
Com 60 anos de jornalismo, Verdelírio era o profissional de imprensa mais antigo de Maringá ainda em atividade Foto: Arquivo

Morreu na noite desta quarta-feira, 13, o jornalista Verdelírio Barbosa, 80 anos, diretor-proprietário do Jornal do Povo e o mais antigo profissional da imprensa de Maringá em atividade. Verde, como era conhecido entre os amigos, estava internado no Hospital Paraná fazia mais de um mês para tratamento de problemas pulmonares.

O verlório acontece no salão nobre da Capela do Prever, na Zona 2, e o sepultamento será no Cemitério Municipal.

Na área da Comunicação desde 1961, Verdelírio trabalhou muito tempo também em rádio, apresentou programas noticiosos, foi comentarista e fez muito sucesso na apresentação do programa “Uma noite no México”, em uma época em que a música mexicana fazia grande sucesso no Brasil e o mais famoso cantor-ator mexicano, Miguel Aceves Mejia, fez show em Maringá.

Teve passagem também pela televisão e passou os últimos anos tentando se adaptar ao mundo digital.

Filho do casal de pioneiros José Firmino Barbosa e Maria Cassiana da Fonseca Barbosa, Verdelírio Aparecido Barbosa nasceu em Potirendaba, na região de São José do Rio Preto, São Paulo, e na década de 1940 morou em Mandaguaçu, mais especificamente na localidade de Guadiana, que na época ainda era afastada da sede do município.

Em 1951 a família mudou-se para Maringá, onde Verde e seus irmãos deram continuidade aos estudos.

O primeiro texto publicado foi uma crítica sobre uma partida de futebol amador e de lá para cá são 60 anos na Comunicação, onde viu nascer e morrer todos os jornais impressos de Maringá, desde os tipográficos, em que os textos eram compostos letra por letra em peças de chumbo, até o Diário do Norte do Paraná com sua impressora de última geração. E trabalhou em praticamente todos eles.

morre o jornalista verdelírio barbosa
Família Jornal do Povo: Verdelírio com os filhos Danyani, Deny e Dayani Foto: Museu Esportivo

Nos últimos 30 anos, Verdelírio dirigiu o Jornal do Povo, um diário que edita com os filhos Dayani, Danyani e Deny e resiste à onda de fechamento dos jornais impressos.

 

Notas de Pesar

O prefeito Ulisses Maia (PSD), que está em viagem a Dubai, e o prefeito em exercício, Edson Scabora (MDB), emitiram uma Nota de Pesar pela morte do jornalista.

Também a diretoria da Associação dos Municípios do Setentrião Paranaense (Amusep) divulgou Nota de Pesar na manhã desta quinta-feira.

Também neste ano a Imprensa de Maringá teve outras perdas, como é o caso do jornalista Luiz Fernando Cardoso em abril e Murilo Gatti, fundador do Maringá Post, em março.