Construção civil retoma crescimento e geração de empregos em Maringá

5 de outubro de 2021
Saldo de emprego tem sido positivo nos últimos meses/ Foto - Divulgação

Entre pedreiros, serventes, carpinteiros, pintores de obras e armador de ferragens, a construção civil disponibiliza somente nesta semana, aproximadamente 100 vagas de emprego na Agência do Trabalhador de Maringá. E essa realidade tem sido assim nos últimos meses.

Pelo quinto mês consecutivo, o setor teve saldo positivo de empregos em Maringá: em agosto foram criados 58 postos de trabalho com carteira assinada, segundo dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados do Ministério do Trabalho. À exceção de março, em todos os outros meses do ano o saldo é positivo, sendo que foram criados 926 empregos desde janeiro.

Com isso, o setor emprega mais de 11,6 mil trabalhadores, segundo o Caged. Na microrregião de Maringá, o setor também tem contribuído com a retomada dos empregos. Nos oito primeiros meses do ano, a construção foi responsável por 197 novas vagas em Sarandi, 111 em Marialva, 44 em Mandaguaçu, 76 em Paiçandu e 5 em Mandaguari. Ao incluir Maringá, o total de novos empregos gerados pelos seis municípios foi de 1.359.

O cenário é positivo em Campo Mourão, Cianorte, Paranavaí e Umuarama, regiões de atuação do Sinduscon/PR-Noroeste, que inclui 126 cidades. Nas quatro cidades, até agosto, foram gerados 378 novos postos de trabalho.