Índices de casos ativos de Covid e taxa de ocupação dos leitos de UTI estão em queda em Maringá

29 de setembro de 2021
Observatório Social de Maringá
Agência Brasil

A quantidade de casos ativos e a taxa de ocupação de leitos de UTI na ala exclusiva COVID SUS de Maringá podem ser indicadores de que a vacinação tem surtido efeito positivo na cidade. De acordo com o boletim divulgado nesta terça-feira, 28, pela Secretaria de Saúde, são 458 casos ativos na cidade.

Para se ter uma ideia, no pico da pandemia em 2021, a cidade chegou a ter mais de 3.100 casos ativos. Com relação a quantidade de leitos de UTI ocupados, a redução tem sido significativa. Dados do município revelam que a taxa está em 22,5%. Durante o pico, Maringá chegou a ter 100% de ocupação com a necessidade da criação de leitos extras.

Segundo o Vacinômetro, Maringá tem 325.681 pessoas vacinadas com a primeira dose e com a dose única (adultos e adolescentes de 17 anos). São 219.476 vacinados com a 2ª dose mais 9.307 com a dose única, totalizando 228.783 pessoas imunizadas, o que representa 64% da população adulta.

Paraná
Nesta terça, o Estado chegou a 5.018.765 pessoas que tomaram a segunda dose ou dose única – número que representa 57,55% da população adulta, estimada em 8.720.953 pessoas. No total, já foram aplicadas 13.095.755 doses em todo o Estado. Elas são divididas entre 8.045.327 primeiras doses, 4.695.690 segundas, 323.075 doses únicas e 31.716 doses de reforço para idosos e imunossuprimidos.

“Estamos criando uma forte cobertura vacinal contra o coronavírus no Paraná, graças à adesão da nossa população à vacina e aos esforços dos municípios em aplicarem rapidamente todas as doses recebidas. Já observamos um cenário mais estável em consequência da imunização. Mesmo assim, cuidados como distanciamento e uso de máscara ainda são necessários para chegarmos ao fim da pandemia com segurança”, explica o secretário estadual de Saúde, Beto Preto.