Temporal ‘não previsto’ causa estragos, deixa 30 mil domicílios sem energia e interdita avenida em Maringá

Uma chuva forte acompanhada de vento e que durou aproximadamente 15 minutos causou estragos em Maringá. A chuva não era prevista pelo Sistema de Tecnologia e Monitoramento do Paraná (Simepar). Foram várias ocorrências atendidas pelas equipes de Arborização do município, Defesa Civil, agentes da Semob e Corpo de Bombeiros. A Copel informou que 30 mil domicílios estão sem energia.

A avenida Pedro Taques foi uma das mais afetadas e ficou parcialmente interditada para baixo da Praça Farroupilha no Jardim Alvorada. Até por volta das 16h15, a Defesa Civil não havia divulgado um balanço por conta das ocorrências estarem ainda em andamento na cidade.

“A região do Jardim Alvorada foi bem afetada”, destacou o diretor de Operações da Defesa Civil de Maringá, Adilson Costa. Na avenida Morangueira, também na zona norte, novamente na altura da Associação dos Funcionários Municipais de Maringá (AFMM) houve alagamento.

A orientação da Copel é de que em casos de falta de energia, o cidadão pode enviar mensagem SMS para o número 28593 com as letras SL, ou ligar para o 0800-5100116. Há também um Whatsapp 41-3013-8973. Apesar do volume de chuva, não houve registro de feridos. Segundo o Simepar, não há previsão de chuva para as próximas horas.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *