Festival aponta nesta segunda-feira qual é a melhor pizza de Maringá

André Pionteke e Carlos Zopetti contam, além da experiência e paladar aguçado, com a colaboração de milhares de maringaenses que participaram da degustação para escolher a melhor pizza

23 de agosto de 2021
pizza
Carlos Zopetti sofrendo para decidir qual a melhor pizza de Maringá Divulgação

Os jurados André Pionteke e Carlos Zopetti enfrentam na noite desta segunda-feira, 23, a sofrida missão de escolher, entre 23 participantes, qual é a melhor pizza de Maringá em uma competição em que as melhores pizzarias e os melhores pizzaiolos deram o melhor para agradar ao aguçado paladar dos jurados e das milhares de pessoas que também participaram da degustação.

As impressões de Pionteke e Zopetti serão divulgadas em uma live hoje a noite.

O fim de semana foi de muito trabalho para o chef Pionteke e o especialista em pizza Carlos Zopetti. Ao longo de sábado e domingo, eles tiveram a deliciosa missão de degustar e avaliar as 23 pizzas participantes do Maringá Food Festival Etapa Pizza 2021, em uma dinâmica realizada no Hotel Deville, no centro de Maringá.

Suas impressões acerca de cada uma das criações vão definir a pizzaria vencedora na categoria profissional do concurso, que elege a Melhor Pizza de Maringá. Na categoria popular, quem votou foi o público, que pediu em casa, provou e votou pela plataforma online de avaliação, entre os dias 5 e 22 de agosto. Os resultados serão divulgados nesta segunda-feira, 23, a partir das 20 horas, em uma live transmitida pelo canal no YouTube do festival (https://youtu.be/efDIRrpjddw).

O chef curitibano André Pionteke, vencedor da categoria Novos Talentos do prêmio Bom Gourmet, da Gazeta do Povo, em 2013, tem muita experiência com avaliações, tanto como crítico em concursos quanto como competidor. Em 2018, ele se destacou no mais famoso reality show de gastronomia do País, e foi avaliado por importantes chefs de cozinha. E por ter vivido essa experiência, ele diz entregar o maior nível de empatia possível à pessoa que está à sua frente, considerando a realidade socioeconômica e cultural da cidade.

“Eu não chego avaliando somente a técnica 100%, porque nós sabemos que não é isso que a vida real nos entrega. É preciso vender, agradar o cliente, são vários fatores. Eu avalio principalmente a questão da coerência, da construção de sabores, da história do lugar. É claro que a técnica é importante, e nós como jurados temos esse dever de apontar os erros e acertos técnicos. Mas a nossa ideia não é apontar dedos, dizer quem está fazendo certo ou errado, mas ajudar a melhorar o nível da gastronomia local”, diz Pionteke, que participou pela primeira vez como jurado do Maringá Food Festival.

 

Pizza
Imagem ilustrativa

O especialista em pizza Carlos Zopetti, fundador do Instituto ConPizza, em São Paulo, que já foi jurado da primeira edição da etapa pizza do MFF, em 2019, percebeu uma grande evolução no mercado de pizzas local. De acordo com ele, o profissionalismo em gastronomia, no Brasil, é algo muito recente, e os empresários estão num momento de buscar meios de se capacitar.

“As pessoas estão entendendo que, assim como a gente, os produtos vão evoluindo. Em relação à edição passada, eu senti uma preocupação maior dos concorrentes em melhorar não o produto em si, mas os processos como um todo. Vi muita gente que melhorou seu processo de produção de massa, que foi uma coisa que apontamos que precisava ser melhorada na cidade. Esse tipo de ação faz melhorar o mercado, as pessoas…Toda a cadeia produtiva ganha. E melhorar não só para a competição, mas para o público de Maringá, que está procurando por um processo mais evoluído”, analisa Zopetti.

Além da maior preocupação em relação à produção das massas, Zopetti diz ter percebido uma atenção maior em seguir tendências dos grandes centros — e até internacionais. “Vimos muitas pizzas trazendo harmonizações agridoces e selecionando melhor a quantidade de ingredientes na cobertura nas pizzas”, diz.

 

Expectativas

 

Esta é a quarta edição do Maringá Food Festival, que teve início em 2019 e vem se alternando com duas etapas anuais, uma de pizza e outra de hambúrguer. A cada edição, os resultados são mais expressivos em termos de público, vendas e avaliações. Desta vez, antes mesmo do fim do festival, as vendas já haviam ultrapassado as expectativas, de acordo com a empresária Paola Oliveira, da Bússola Eventos, realizadora do festival. A conta fechou com cerca de 5 mil pizzas vendidas e 2,5 mil avaliações registradas, em 18 dias de competição.

Uma das principais características do festival, segundo ela, é a vocação de transformar pequenos estabelecimentos em referências no setor. “Temos muitos casos de pizzarias que se lançaram no festival e se tornaram grandes conhecidas do público. A gente ouve muito dos estabelecimentos feedbacks positivos em relação ao retorno financeiro e à visibilidade da marca deles. Isso é muito gratificante para nós como realizadores”, revela.

Há três anos no mercado e participando pela primeira vez do festival, André Felipe Paixão, da Pópidi Pizzaria, diz que seus principais objetivos foram alcançados ao entrar na competição. “O MFF não é só uma competição de pizzas, ele oferece muito mais do que isso. Nós entramos no festival pelo contexto geral. Independente de ganhar ou não, nossos objetivos foram alcançados, que eram ter visibilidade para a nossa pizzaria e acesso a fornecedores.”

Na edição passada do festival de pizza, a pizzaria Alpha sequer existia, mas fechou sua estreia na competição com 160 exemplares da Inigualável vendidas. “Pra nós, que estamos abertos há menos de um ano, é um resultado muito bom. Estar entre as melhores pizzarias de Maringá é algo muito importante”, diz Daniel Mazeto Alves, proprietário da Alpha Pizzaria.

 

O festival

 

Assim como na etapa Hambúrguer, do ano passado, a etapa Pizza deste ano foi exclusivamente no formato delivery, pelo app Aiqfome, e retirada no balcão, de forma que as pessoas pudessem vivenciar uma experiência inovadora e segura em suas casas.

Quem provar e votar até domingo (22) está concorrendo a seis meses de pedidos grátis no Aiqfome e a um vale compras de R$ 500 no Supermercado Cidade Canção.

Realizado desde 2019 pela Bússola Eventos, o Maringá Food Festival 2021 é patrocinado pela PicNic e Leprino Foods. A bebida oficial é o Guaraná Antarctica e o app exclusivo é o maringaense Aiqfome.