Mês da Música traz o jazz maringaense de Thiago Ueda em show online

Thiago Ueda é também arranjador, produtor musical e faz composições também por encomenda

22 de agosto de 2021
Thiago Ueda
Nesta noite Thiago Ueda se apresentação com a formação de trio

Abrindo a última semana de atrações, o Mês da Música de Maringá apresenta na noite deste domingo, 22, o jazz de Thiago Ueda, músico maringaense respeitado entre os grandes nomes da música instrumental brasileira.

Músico acostumado com diferentes formações e ambientes que vão do pequeno palco do boteco às oficinas sobre instrumentos, harmonia, improvisação, arranjo e composição em eventos que reúnem músicos de variadas vertentes, desta vez Ueda se apresenta com trio – piano, baixo e bateria.

Quem está acostumado a ver Thiago Ueda se apresentando certamente o recordará como pianista, mas ele prefere se apresentar, sim, como pianista, mas também tecladista, compositor, arranjador, diretor musical, produtor, arranjador e, quando necessário, também letrista. Como viver de música não significa somente viver de apresentações, Thiago Ueda é também professor de Teoria Musical, com destaque para harmonia, improvisação, composição e arranjo.

Com a experiência de quem já tocou ao lado de instrumentistas de renome, como Sandro Haick (Os Incríveis), Nelson Faria (Nosso Trio), Duofel, Thiago Espírito Santo e João Alexandre, Thiago Ueda deve trazer para o palco do Mês da Música seu trabalho autoral, onde ele não consegue esconder as influências dos grandes nomes da música instrumental com ênfase no piano, gente do peso de um Cesar Camargo Mariano, Egberto Gismonti, Wagner Tiso, Hermeto Pascoal, Luizinho Eça, Bill Evans.

Você pode assistir o show do Thiago Ueda Trio às 20h30 neste link

 

Violão de Coelho no parque

 

thiago ueda
Aloísio Coelho e seu violão no Parque do Ingá

O domingo do Mês da Música começou às 10 horas com uma apresentação do músico Aloisio Coelho no Parque do Ingá. Aloísio, é violonista e professor no curso de Música da Universidade Estadual de Maringá (UEM), ofereceu música de qualidade a quem escolheu caminhar, passear ou simplesmente sentar-se para ouvir música no parque.

 

Tem Raul Seixas na parede do Calil

 

O documento “Raul, o início, o fim e o meio”, de Walter Carvalho, é a atração do Cinema a Céu Aberto, a partir das 19 horas na parede externa do Teatro Calil Haddad, dentro da programação de cinema do Mês da Música.

A sessão é gratuita, mas a Secretaria de Cultura quer que os interessados se inscrevam com antecedência, já que a platéia é limitada para evitar aglomeração de pessoas nestes tempos de pandemia.

thiago ueda
O documentário de Walter Carvalho é um dos mais completos levantamentos da vida do cantor Raul Seixas

“Raul, o início, o fim e o meio” foi lançado em 2012 e até hoje ainda é considerado o principal matarial contando a história de um dos mais controversos artistas da música brasileira e apresenta falas de pessoas que conheceram bem o Maluco Beleza, como os também cantores Caetano Veleso, Zé Ramalho, Tom Zé e Marcelo Nova, as ex-mulheres, filhos, críticos de música, produtores e outros.