O início, o fim e o meio de um maluco beleza é destaque no Mês da Música de Maringá

21 de agosto de 2021
thiago ueda
O documentário de Walter Carvalho é um dos mais completos levantamentos da vida do cantor Raul Seixas
O documentário “Raul, o início, o fim e o meio”, dirigido pelo fotógrafo e cineasta Walter Carvalho, contando a história do cantor e compositor Raul Seixas, é um dos destaques da programação de cinema dentro do Mês da Mùsica de Maringá neste final de semana. Ele será apresentado ao ar livre e de graça a partir das 19 horas na parede externa do Teatro Calil Haddad, com acesso limitado para evitar aglomeração.
“Raul, o início, o fim e o meio” foi lançado em 2012 e até hoje ainda é considerado o principal matarial contando a história de um dos mais controversos artistas da música brasileira e apresenta falas de pessoas que conheceram bem o Maluco Beleza, como os também cantores Caetano Veleso, Zé Ramalho, Tom Zé e Marcelo Nova, as ex-mulheres, filhos, críticos de música, produtores e outros.

“Parada em pleno curso”

Além do documentário sobre o Maluco Beleza no Calil Haddad, nba sessão Convite ao Cinema o destaque é o drama franco-alemão “Parada em pleno curso” (“Stopped on Track”, 2011), de Andreas Dresen. O filme já está disponível no formulário para o público e às 20 horas terá o debate, com entrada permitida na sala do Google Meet até às 20h10.
Maluco Beleza
Cena do filme “Parada em Pleno Curso”

O filme tem duração de 1h40 e o enredo apresenta um pai de família que descobre doença terminal e tem pouco tempo de vida. Ele decide passar os últimos dias de vida com a esposa e os filhos. O filme faz um retrato bem realista da relação familiar com a doença e foi vencedor de festivais europeus, entre eles da Mostra Um Certain Regard, em Cannes.

“Com um trabalho magnífico de improvisação dos atores, e a participação de muitos não atores, o filme tem uma autenticidade no seu enfoque que não deixará ninguém indiferente. É um dos grandes filmes do cinema alemão desse século”, considera o coordenador do Convite ao Cinema, Paulo Campagnolo.