Diversidade é prestigiada com a posse de Silvia Regina no comando da Guarda Municipal

21 de agosto de 2021
guarda municipal
Para a nova comandante, a solenidade de posse foi momento de agradecimentos

Maringá, que já teve o Batalhão da Polícia Militar comandado por uma mulher, deu ao Paraná a primeira mulher a comandar a PM no Estado e a primeira governadora, agora tem também a primeira mulher no comando da Guarda Municipal. Não só mulher: também negra e LGBTQIA+. A servidora Silvia Regina de Jesus Ferreira assumiu nesta sexta-feira, 20, o comando da Guarda.

A nomeação de Silvia para o comando dá à administração Ulisses Maia vários pontos em favor da diversidade. O prefeito acaba aplaudido pelas mulheres, pelos negros e pelos movimentos LGBTQIA+.

Ela substitui o guarda municipal Adriano Almeida de Souza, que foi parabenizado pelo trabalho realizado à frente da corporação.

Formada em Administração e com especializações na área da Administração Pública e Segurança Pública, a comandante Silvia já passou por todos os setores da Guarda Civil de Maringá durante os mais de onze anos em que atua na corporação.

“Está mais do que provado que a comandante Silvia conquistou tudo isso com o seu empenho dentro da Guarda de Maringá, e por mérito chegou ao posto de comandante. Temos a satisfação de estarmos vivenciando um momento histórico na segurança pública em Maringá, que tem a sua primeira mulher como comandante da Guarda”, comentou o prefeito.

No discurso, a comandante Silvia agradeceu os ensinamentos da mãe e o trabalho em conjunto na Guarda de Maringá. “Minha mãe sempre dizia que devemos fazer as coisas bem feitas, e é isso que tenho procurado fazer aqui na Guarda. Trabalhamos todos os dias sempre pensando na segurança de cada um dos maringaenses, isso é o mais importante.”

“Agradeço o esforço do prefeito Ulisses Maia, que sempre priorizou a segurança dos maringaenses. E agradeço imensamente a corporação, que dedica alma e coração no trabalho diariamente”, revelou o secretário de Segurança Pública de Maringá, Ivan Quartaroli.

Comemoração e honrarias

Durante a solenidade na tarde desta sexta, foi anunciada oficialmente a mudança do nome da corporação para Guarda Civil de Maringá, que marcou também o mês de comemoração dos 14 anos de atividades no município.

Guardas municipais ainda receberam certificados de cursos e foram anunciados os nomes dos agentes de segurança que passarão a portar arma de fogo no pleno exercício da função.

“A Guarda armada era uma demanda da população que estamos atendendo, e para que isso fosse possível os nossos guardas passaram por muitas horas de treinamento e assim finalmente estarem capacitados”, informou Ulisses Maia.

Guardas municipais com mais de 10 anos de serviços prestados foram homenageados com a Medalha Estevão de Almeida Chaves

A solenidade foi marcada ainda pela entrega da Medalha Estevão de Almeida Chaves, concedida para homenagear atos de bravura ou tempo de serviço prestados à segurança pública.

Na oportunidade, 38 guardas municipais foram homenageados por terem mais de 10 anos de serviços prestados em Maringá, medalha também dedicada ao prefeito municipal em reconhecimento ao trabalho dedicado na gestão pública voltado à segurança.

Além de Ulisses Maia, secretariado municipal e autoridades das forças de segurança que atuam no município, prestigiaram a troca de comando da Guarda Civil de Maringá os vereadores Delegado Luiz Alves, Professora Ana Lúcia, Paulo Biazon, Cris Lauer e Rafael Roza.