Universidade Estadual de Maringá retoma calendário acadêmico nesta segunda-feira, 9

9 de agosto de 2021
FOTO / UEM

Começaram nesta segunda-feira, 9, as atividades das graduações presenciais da Universidade Estadual de Maringá (UEM) referentes ao ano letivo de 2021. Devido à pandemia da Covid-19, o último ano letivo foi de 17 de agosto de 2020 até 29 de maio de 2021, o que postergou o início do atual ano letivo.

Neste ano, a UEM recepciona 2.610 ingressantes, somando os estudantes que se matricularam pelo Vestibular 2020 e pelo Processo de Avaliação Seriada (PAS) de 2020. Este é o primeiro ciclo acadêmico desde a implantação do sistema de cotas para negros, as quais representam 20% das vagas ofertadas pelo vestibular. Além disso, são mantidas em igual proporção as cotas sociais.

Novamente a universidade começará as aulas em regime de ensino remoto emergencial, utilizando ferramentas tecnológicas para proporcionar a comunicação entre professores e estudantes, uma vez que ainda vigoram no país medidas restritivas para conter o avanço do novo coronavírus.

Foi previamente aprovada pelo Conselho de Ensino, Pesquisa e Extensão (CEP) uma resolução que permite que o ensino remoto emergencial seja mantido até o final do primeiro semestre. Mesmo com uma recepção virtual, a UEM deseja as boas-vindas aos calouros e veteranos, e um antecipado feliz Dia do Estudante, que será lembrado na próxima quarta-feira (11).

O primeiro semestre do ano letivo de 2021 termina em 15 de dezembro. O segundo semestre está previsto para começar no dia 10 de janeiro de 2022 e terminar em 14 de maio. Sobre uma futura retomada das aulas presenciais, esta dependerá das condições dos municípios nos quais estão instalados os câmpus universitários. Desde já, as graduações da área da Saúde passam a ter práticas profissionalizantes presenciais. A universidade possui uma comissão em andamento, a qual avalia as possibilidades de retorno gradual às aulas presenciais, levando em conta fatores pedagógicos, estruturais e sanitários.