Estreia a coluna Mercado Imobiliário com Allan Cardoso

26 de julho de 2021

“Não importa o quanto você bate, mas o quanto aguenta apanhar. A vida é simples desde que aceitemos os desafios e desequilíbrios. Porém, só o tempo amadurece e proporciona essa sabedoria de existência – e isso dói.”

Empresário do ramo imobiliário com 20 anos de atuação no mercado paranaense, paulista e mato-grossense, o maringaense Allan Cardoso, de 37 anos, está à frente do Grupo Cardoso Loteamentos e Incorporações (GCLI) como diretor e atualmente também exerce a função de consultor imobiliário.

Casado e pai de dois filhos, é formado em Contabilidade e hoje divide sua agenda de trabalho entre desafios envolvendo os mais diversos segmentos da construção civil, atuando na linha de construtoras, imobiliárias, corretagem, loteamentos e consultorias que auxiliam pessoas que queiram investir acertadamente no ramo dos imóveis.

Após um revés nos negócios familiares na década de 1990, o lado empreendedor de Allan Cardoso precisou ser despertado ainda na juventude, quando entendeu que poderia auxiliar o pai a recuperar uma escola de informática praticamente falida e, depois disso, passar a ser o braço direito de seu genitor no ramo imobiliário, especialmente na área de venda de loteamentos.

Misturou-se ao processo de aprendizado, muito suor e desafios aparentemente insuperáveis, uma predisposição nata em realizar negócios assertivos desde muito novo. Prova disso é que, aos 21 anos de idade, e já despontando no mercado imobiliário maringaense como uma promessa de se tornar um dos grandes empreendedores do ramo, Allan Cardoso já administrava loteamentos para três empresas grandes do setor, além de exercer a função de consultor imobiliário e gerente de vendas em outras empresas.

Com valores familiares sempre norteando a sua trajetória profissional, o empresário investiu, desde o começo de sua carreira, em alguns pilares essenciais envolvendo uma postura de seriedade, constância, serenidade e equilíbrio, para que então pudesse superar tantos desafios envolvendo o trabalho e uma vontade grande de crescer no ramo imobiliário.

Para isso, Allan Cardoso descobriu, ao logo do tempo, que seria preciso investir, acima de tudo, em uma organização absoluta do tempo e assim poder criar uma agenda profissional assertiva, produtiva e com foco em grandes resultados. Hoje, por exemplo, ele consegue atender seus compromissos pensando em uma agenda de 70 horas semanais, divididas em afazeres relacionados à GCLI, às consultorias, à construtora própria e também para atendimento de clientes.

 

Resultados

O resultado de tanto empenho e dedicação é traduzido em um currículo robusto envolvendo aproximadamente 30 lançamentos de prédios imobiliários na carreira, com 90% dos empreendimentos entregues e estrutura fortalecida, com equipe profissional renomada atuando ao lado, para encarar novas obras, desafios, empreendimentos e sonhos.

No ramo de loteamentos, os números de Allan Cardoso realmente surpreendem: mais de 35 empreendimentos feitos em parceria, cerca de 5 mil terrenos em gestão e uma loteadora com 96% de recebimento anual sobre faturamento. Tudo isso graças a um perfil completo de gerenciamento, alguém que, hoje, realmente conhece desde a posição de compra de área até a gestão de resultados e que, dentre os troféus, pode dizer que já conseguiu vender até aquilo que estava sendo considerado como invendável para as grandes loteadoras do mercado.

Ao disputado setor imobiliário maringaense e regional, Allan Cardoso se autodenomina um entusiasta de novas mídias, formatos e estruturações de equipes para que o resultado aconteça rapidamente, beneficiando todo o time que aposta nas ideias lançadas nos negócios pelo empreendedor. 

Para ter colaboradores altamente motivados e que realmente vestem a camisa nos negócios, o empresário também demonstra ser um defensor da classe e combatente de qualquer marasmo que possa paralisar o ânimo das vendas e a vontade de sempre querer um diferencial que signifique crescimento real de ganhos financeiros para todos. 

Além disso, há um relacionamento próximo na formação de quase 60 corretores de imóveis, muitos dos quais já contando com bastante experiência de vida e que inclusive trocaram de área por acreditarem no retorno financeiro e na satisfação pessoal em poder atuar no ramo imobiliário com garra e disposição.

 

Novos caminhos

Enxergando um potencial muito grande em Maringá, cidade considerada nova e já apontada como a melhor para se viver aqui no Brasil, Allan Cardoso estreou recentemente nos jornais da cidade a sua coluna “Reflexões Imobiliárias – Valores, Investimentos e Dinheiro”, buscando compartilhar conhecimentos, favorecer os negócios no ramo dos imóveis e sacramentar a sua localidade como uma das mais promissoras para os investimentos financeiros que realmente dão retorno para quem acredita e aposta em toda a essência e valores contidos no ramo imobiliário.

A trajetória do empreendedor maringaense não para por aí. O foco em uma atuação que realmente encara diferentes ramos do universo dos imóveis permitiu a Allan Cardoso aceitar como desafio mais recente o universo da consultoria, o que envolve a requisição da participação dele no desenvolvimento de novos processos gerenciais em empresas do setor, palestras, consultorias personalizadas e uma forte inserção de mídia relevante nas redes sociais, a qual tem atraído não apenas o público maringaense, como também pessoas interessadas nos negócios imobiliárias vindas de todo o território nacional.   

Para Allan Cardoso, tudo isso tem um porquê, e isso não se traduz em ganhos financeiros e, na realidade, realmente não tem dinheiro que compra. Afinal, atuar no ramo imobiliário requer paixão e muito trabalho, mas as recompensas tendem a ser grandiosas. 

“Desde jovem, resolvi me tornar um curioso do setor de imóveis porque é mesmo fantástico poder trabalhar com a ideia de realização de sonhos das pessoas a todo momento. Isso sem falar na atraente possibilidade de se ter independência financeira rapidamente, para mim e para qualquer cliente. Quem estiver disposto a isso, vai alcançar e nunca mais vai querer largar este nosso ramo”, diz Allan Cardoso.

Confira aqui o primeiro texto da coluna.