Amusep e Retur se juntam para o desenvolvimento do turismo na região

Por: - 16 de julho de 2021
turismo
O turismo rural é uma alternativa barata para o município e para o turista, pois independe de infraestrutura Foto: Revista Bicicleta

A Associação dos Municípios do Setentrião Paranaense (Amusep) e a Rede de Turismo Regional (Retur) formalizaram uma parceria para levantar o potencial turístico dos municípios da região e criar estratégias para a atração de visitantes.

A notícia foi dada nesta sexta-feira pelo presidente da Amusep e prefeito de Ângulo, Rogério Aparecido Bernardo,  durante a reunião mensal da Câmara Técnica da área, realizado por meio de videoconferência.

As conversas entre a Amusep e a Retur começaram no mês passado, quando ficou certo que a Retur elaboraria um termo de cooperação técnica para atendimento dos municípios da Amusep. “De imediato, a Wanda (Pille, presidente da instituição) encaminhou uma proposta. Nós avaliamos, fizemos uma contraproposta e, nesta semana, chegamos a um consenso”, comentou.

 

Duas etapas

Em um primeiro momento, a parceria vai compreender duas etapas. A inicial, com o objetivo de cadastrar o maior número possível de municípios da região no Mapa do Turismo Brasileiro, cujo prazo se encerra no próximo dia 30. A segunda, de acompanhar, orientar e monitorar a execução do Plano de Ação de cada uma destas cidades.

De acordo com Bernardo, a engenharia do termo de cooperação é uma forma de deixar o Turismo em evidência na pauta dos gestores municipais. “Partimos do zero. Desenhamos uma estratégia coordenada e organizada para promover o segmento na Amusep e colher os frutos da produção de riqueza, abertura e manutenção de empregos e fixação das pessoas nas cidades de origem”, destacou.

 

Diagnóstico

Outro assunto da pauta da reunião mensal da Câmara Técnica do Turismo foi o inventário regional elaborado pelo Sebrae. É uma ação complementar, que vai somar ao trabalho da Retur. “É um diagnóstico com as informações sobre os pré-requisitos básicos exigidos para os municípios se cadastrarem no Mapa Brasileiro. A partir daí, vamos apresentar um cenário sobre a realidade e oferecer subsídios para a atuação dos gestores municipais”, explicou o consultor credenciado do Sebrae, Nícolas Nering.

Turismólogo e responsável pela área em São José dos Pinhais, Nering enviou um questionário para os 30 municípios. Uma análise preliminar identificou que, em 21 deles, inexiste o Conselho Municipal de Turismo. Em 11, não há um órgão oficial – gerência, diretoria, secretaria. Em seis, não há prestadores de serviços inscritos no Cadastur. Sete mantêm convênio com a Retur, mas, apenas, três cumprem todos os critérios exigidos pelo Mapa.

 

Paraná Turismo

A presença do chefe do Escritório Regional da Paraná Turismo, em Umuarama, Douglas Antônio Bácaro, no encontro, possibilitou o esclarecimento de uma série de dúvidas dos integrantes da Câmara Técnica. Ele falou sobre os pontos focais da Secretaria do Desenvolvimento Sustentável e do Turismo do Estado e informou que, por decisão do titular da Pasta, Márcio Nunes, foi criado o Escritório Regional, em Maringá.

Bácaro elogiou a criação da Câmara Técnica, “a primeira do gênero no universo das associações regionais de municípios”, e destacou que a iniciativa repercutiu “muito bem” em Curitiba. Citou, ainda, que, por decisão de Nunes, os escritórios regionais do Instituto Água e Terra do Paraná (IAT) passaram a ter um ou dois técnicos para acompanhar os processos de licenciamento ambiental dos empreendimentos ligados ao Turismo. “A Secretaria está estruturada para atender a demanda iminente, após o segmento sofrer uma ‘devastação’, provocada pela pandemia da COVID-19”, afirmou.

 

Fértil

Para o coordenador da Câmara Técnica, secretário municipal de Lobato, Altino Pires de Araújo Neto, a terceira reunião mensal do colegiado revelou que as “sementes germinaram”, que os detalhes estão sendo observados. Que os brotos estão sendo tratados com os cuidados necessários para a formação de uma “seara” perene e autossustentável. “Os gestores estão engajados. Todos comprometidos em fazer do Turismo uma importante fonte de renda e emprego nos respectivos municípios”, frisou.

 

- Quer receber as notícias no seu WhatsApp? Clique aqui.

Tem uma dica de notícia? Fez alguma foto legal? Registrou um flagrante em vídeo? Compartilhe com o Maringá Post, fale direto com o whats do nosso editor-chefe.