Maia e outros prefeitos são recebidos por Queiroga para discutir vacinas para os municípios

Por: - 7 de julho de 2021
vacina para os municípios
Ulisses maia e diretoria da FNP com o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga

Junto com diretores da Frente Nacional de Prefeitos (FNP), o prefeito de Maringá, Ulisses Maia (PSD), passou a quarta-feira, 7,  em Brasília, onde o grupo foi recebido pelo ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, para discutir a chegada de vacinas contra a covid-19 aos municípios brasileiros. De acordo com a promessa do ministro, ainda neste mês poderá ser intensificado o repasse de vacinas para os municípios.

O ministro Queiroga anunciou aos dirigentes da FNP a possibilidade da chegada de 100 milhões de doses de vacina contra a covid-19 entre os meses de julho e agosto. O ministro afirmou que devem chegar 40 milhões de doses ainda este mês e mais 60 milhões em agosto.

“Será muito importante para que a gente possa vacinar cada vez mais e cada vez melhor”, comemorou o presidente da FNP, Edvaldo Nogueira, prefeito de Aracaju/SE. A notícia foi bem recebida pelos prefeitos que, conforme o prefeito de Campinas/SP, Dário Saadi, vice-presidente de Saúde, tem sido ainda mais demandados em decorrência da pandemia.

O prefeito Ulisses Maia considerou muito positiva a ida ao Ministério da Saúde, pois, além da garantia de vacinas para os municípios, a comitiva de prefeitos chamou a atenção do ministro para o subfinanciamento da saúde. A FNP já havia registrado a preocupação com o tema em ofício enviado a Queiroga, solicitando que o governo federal repassasse R$ 40 bilhões para o Sistema Único de Saúde (SUS) em 2021.

Maia teve em sua agenda em Brasília reuniões com o presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira, e com o ministro do Desenvolvimento Regional, Rogério Marinho, tratando de temas como a reforma tributária, recursos para infraestrutura e a crise do transporte público coletivo que atingiu municípios de todo o País.

- Quer receber as notícias no seu WhatsApp? Clique aqui.

Tem uma dica de notícia? Fez alguma foto legal? Registrou um flagrante em vídeo? Compartilhe com o Maringá Post, fale direto com o whats do nosso editor-chefe.