Retur e Amusep estudam parceria para fomentar o turismo regional

Por: - 24 de junho de 2021

A Rede de Turismo Regional (Retur), que há anos trabalha para que os municípios da região de Maringá desenvolvam meios para movimentar o turismo e, consequentemente, a circulação de dinheiro, mais uma vez se dispõe a ajudar as cidades que compõem a Associação dos Municípios do Setentrião Paranaense (Amusep) na promoção do turismo.

Nesta quarta-feira, a presidente da Retur, Wanda Pille, e o presidente da Amusep, Rogério Aparecido Bernardo (PSD), também prefeito de Ângulo, tiveram uma reunião virtual para estabelecer uma parceria que beneficie as 30 cidades da Amusep.

No encontro, Bernardo solicitou à Retur meios para auxiliar os 30 municípios a se cadastrarem no Mapa do Turismo Brasileiro, cujo prazo é 30 de julho. “Temos que preparar uma série de documentos e tomar algumas medidas, em um curto espaço de tempo”, destaca o presidente da Amusep.

A ideia é que a Retur subsidie os gestores municipais com modelos dos documentos para que possam cumprir os requisitos no prazo determinado. Para ingressar no Mapa, é preciso ter o Conselho Municipal em atividade, orçamento próprio para o setor, elaborar o Plano de Ação e cadastrar prestadores de serviços no Cadastur, do Ministério do Turismo.

Wanda considerou que a iniciativa da Amusep amplia o horizonte para os municípios passarem a enxergar no turismo, uma oportunidade de geração de renda e de abertura e manutenção de postos de trabalho. “Vamos preparar a proposta e apresentá-la o quanto antes”, garantiu.

Além dos presidentes da Amusep e da Retur, participaram do encontro a turismóloga e consultora da Rede, Patrícia Mattos de Barros Schiavoni; o secretário executivo e o assessor de Comunicação da Associação, Ivan Carlos Cunha Fernandes e Cláudio Moreda Galleti, respectivamente.

Câmara Técnica

A aproximação da Amusep com a Retur é o primeiro fruto da recém-criada Câmara Técnica do Turismo. Por desempenhar o papel de Instância de Governança Regional (IGR), a Rede tem a missão de coordenar os programas regionais do setor; um deles é orientar e auxiliar os gestores municipais a se cadastrarem no Mapa Brasileiro.

Histórico

O Mapa foi instituído em dezembro de 2013. A partir de 2016, a cada dois anos, ocorre um processo de atualização. Em 2021, o prazo para incluir municípios, destinos e prestadores de serviços vai até 30 de julho. O sistema é considerado o passaporte para as prefeituras e empresas do ramo terem acesso às linhas de créditos, programas e outras iniciativas para o setor desenvolvidas pelos governos do Estado e Federal.

- Quer receber as notícias no seu WhatsApp? Clique aqui.

Tem uma dica de notícia? Fez alguma foto legal? Registrou um flagrante em vídeo? Compartilhe com o Maringá Post, fale direto com o whats do nosso editor-chefe.