Maringá terá Empório da Agricultura Familiar com qualidade e bons preços

Por: - 24 de junho de 2021
Empório da Agricultura Familiar
Modelo de Empório da Agricultura Familiar que vem sendo usado em outros Estados

Maringá vai ganhar uma unidade do Empório da Agricultura Familiar, um estabelecimento onde o pequeno produtor rural da região poderá comercializar sua produção, garantindo o escoamento dos produtos oriundos da agricultura familiar e, ao mesmo, proporcionar ao consumidor a oportunidade de adquirir produtos de qualidade por preços bem abaixo dos praticados no mercado por não ter a presença do atravessador. As famílias de baixo poder aquisitivo comprarão por valores diferenciados, subsidiados pelo governo do Estado.

O Empório da Agricultura Familiar é uma iniciativa do governo do Paraná por meio da Secretaria de Agricultura e do Abastecimento (Seab), junto com a prefeitura de Maringá.

Segundo o diretor do Núcleo de Maringá da Seab, Jucival Pereira de Sá, o governo já definiu os recursos para a implantação do Empório, o projeto está pronto e a prefeitura está escolhendo um terreno para a construção.

Jucival de Sá diz que esta iniciativa vai ser mais uma forma de fortalecimento do produtor familiar. “Será importante para o pequeno produtor, porque ele passará a contar com uma estrutura ideal para comercializar sua produção, será importante para a população porque contará com produtos de qualidade por preços vantajosos e será importante também para as famílias em situação de vulnerabilidade, que terão a segurança alimentar garantida por contar com um local onde adquirir os produtos saudáveis e frescos por valor diferenciado, subsidiado pelo governo”, explica.

Pereira de Sá destaca o caráter social do projeto.  “O Empório terá um papel social, tanto para garantir mercado a quem produz, quanto o subsídio para garantir que os mais pobres também tenham bom alimento”.

 

O que é agricultura familiar?

agricultura familiar é um tipo de agricultura desenvolvida em pequenas propriedades rurais. Recebe esse nome, pois é realizada por grupos de famílias (pequenos agricultores e alguns empregados).

A colheita dos produtos serve de alimentos para eles e ainda, para o consumo de parte da população.

A agricultura familiar contrasta com a agricultura patronal, que utiliza trabalhadores contratados, fixos ou temporários, em propriedades médias ou grandes.

- Quer receber as notícias no seu WhatsApp? Clique aqui.

Tem uma dica de notícia? Fez alguma foto legal? Registrou um flagrante em vídeo? Compartilhe com o Maringá Post, fale direto com o whats do nosso editor-chefe.