Startup de Maringá entra para a lista dos 100 negócios mais promissores do Brasil

Por: - 17 de junho de 2021
startup verifact
Alexandre Munhoz e Regina Acutu dirigem um negócios considerado altamente inovador e atraente

A startup oferece serviço de coleta de provas online e está crescendo 30% ao mês

A startup maringaense Verifact foi avaliada como uma das 100 novas empresas brasileiras para se ficar de olho em 2021, como parte da prestigiada lista “100 Startups to Watch 2021”, da revista Pequenas Empresas & Grandes Negócios (PEGN).

Para entrar na lista que relaciona os negócios brasileiros inovadores e altamente escaláveis que ganharam destaque no ano, a Verifact foi avaliada junto com mais de 2 mil negócios de diferentes Estados brasileiros.

A lista está na edição PEGN que circula neste mês.

Na categoria de serviços, a empresa maringaense foi submetida a uma avaliação técnica feita pela EloGroup e pela Innovc, que considerou quesitos como potencial de mercado, maturidade e grau de inovação. Depois, uma banca de 27 jurados elegeu uma lista final entre 200 pré-selecionados.

“Foi a primeira vez que nos inscrevemos para a lista. Sabíamos que existia a possibilidade, mas encaramos com surpresa o resultado, já que a nossa solução foi lançada no mercado em janeiro de 2019, então não tínhamos tantas informações até o ano passado”, diz a CEO da startup, Regina Acutu.

A ferramenta foi criada para facilitar o registro de provas online, de forma rápida e automatizada, além de possibilitar um preço menor que uma ata notarial – quando se registra material como prova em cartório. Não é preciso ser especialista em direito ou outras áreas para utilizar a plataforma.

Crescendo cerca de 30% ao mês em faturamento, com base de clientes que têm utilizado a solução de forma contínua, a Verifact já gerou provas digitais que foram acolhidas pela Justiça em estados como o Paraná, Rio de Janeiro, São Paulo, Minas Gerais e Pernambuco. Tem entre os usuários o Ministério Público de São Paulo, Ministério Público da Bahia e Polícia Civil do Paraná. “Estamos recebendo feedback positivo de autoridades do meio jurídico de que nossa solução vai revolucionar a área”, destaca Regina.

A Verifact comemora outros dois reconhecimentos recentes. No último mês participou do programa InovaPol, iniciativa que selecionou as melhores soluções em inovação de segurança do Brasil, ficando em 2º lugar na seleção e na análise técnica da banca formada por policiais da Polícia Civil do Distrito Federal. O negócio também entrou para o top 3 legaltechs do Distrito Awards, realizado pelo Distrito, hub de inovação localizado em São Paulo, com final realizada por votação popular, também no último mês.

A startup também ficou entre as finalistas da edição 2020 do programa Capital Empreendedor, programa realizado pelo Sebrae com o objetivo de capacitar empresas inovadoras e startups para se aproximarem e negociarem com investidores. “Mesmo antes de a solução existir, sempre participamos de programas voltados para startups no Sebrae”, complementa Regina.

 

Ecossistema

 

O consultor do Sebrae/PR, Nickolas Kretzmann, diz que os resultados da empresa mostram um ecossistema de inovação fortalecido na região de Maringá, contando com empreendedores com potencial, programas de incentivo e atividades de conexão entre empresas e mercado.

Além de participar de capacitações no Sebrae/PR, a startup integrou, no ano passado, o ciclo de aceleração do Evoa, aceleradora de Maringá apoiada pelo Sebrae/PR. “Os empreendedores sempre participaram de várias atividades do nosso ecossistema e agora mostram quão positivo é fazer parte de um ambiente que permitiu abrir muitas portas. Para nós, fazer parte dessa jornada, lado a lado na fase de ideia, operação, tração e mercado, é gratificante”, comenta o consultor.

- Quer receber as notícias no seu WhatsApp? Clique aqui.

Tem uma dica de notícia? Fez alguma foto legal? Registrou um flagrante em vídeo? Compartilhe com o Maringá Post, fale direto com o whats do nosso editor-chefe.